54 8128.5277 redacao@noticiasdebento.com.br

Escola Alfredo Aveline brilha no Prêmio Professores do Brasil

Instituição de ensino ganhou destaque estadual na 11ª edição da premiação nacional com o projeto Mostra Fotogeográfica, inspirada na obra Êxodos, de Sebastião Salgado.

16 Set. 2018 às 18:48

O Ministério da Educação divulgou em seu site, o resultado do 11º Prêmio Professores do Brasil. A Escola Municipal de Ensino Médio Alfredo Aveline é um dos educandários do estado que conquistou destaque no concurso que busca reconhecer, divulgar e premiar o trabalho de professores de escolas públicas que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula.

 

Baseada na mostra “Êxodos”, de Sebastião Salgado, que ficou exposta no Museu do Imigrante nos meses de março e abril deste ano, a professora de Geografia Eliana Passarin desenvolveu o projeto “Mostra fotogeográfica: Momentos de humanidade, mazelas do humano”.  Em torno de 130 alunos do Ensino Médio participaram do projeto que teve o objetivo de levar para a sala de aula um instrumento educacional que aliasse a fotografia (celular, câmera) em sintonia com o conteúdo ministrado em sala de aula.


CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE. É RÁPIDO E FÁCIL!!

 

O renomado fotógrafo Sebastião Salgado, em sua peregrinação profissional, retrata as mazelas da sociedade, as mudanças no espaço geográfico, as paisagens geográficas de diferentes lugares do planeta, evidenciando a importância da preservação e conservação ambiental.

 

Eliana ressalta que “vivemos imersos no mundo das imagens. O ensino de geografia tem na iconografia um campo aberto a ser desbravado. Para além dos registros cartográficos que se revelam por meio de mapas ou imagens de satélites, forma-se um outro conjunto abrangente de dados e informações que podem ser desvelados nas e pelas imagens. Levar a iconografia para a sala de aula se constitui uma possibilidade para ensinar geografia em uma perspectiva contemporânea e complexa”.

 

Dessa forma, foi proporcionada aos alunos uma experiência de vivências múltiplas, onde foi fomentado e incentivado o desenvolvimento de sua percepção e cognição frente a uma realidade em constante mudança. Do trabalho surgiram questionamentos de que maneira a fotografia é, ao mesmo tempo, retrato da realidade e/ou visão de mundo do fotógrafo.

 

Fotos: divulgação

MAIS NOTÍCIAS

Horário de verão vai iniciar em novembro
Mais de 300 candidatos desistem do concurso da Guarda Civil
Setor moveleiro fecha primeiro semestre com crescimento
Bolsonaro segue liderando em nova pesquisa
Comunidade é convidada a se engajar na luta contra o câncer infantil