54 8128.5277 redacao@noticiasdebento.com.br

Inquérito sobre suposta compra de emendas vai seguir em sigilo

Decisão foi tomada pela Promotoria após mais de 3 horas de depoimento do vereador Gustavo Sperotto. Prefeitura vai pedir desarquivamento do Plano Diretor.

15 Mai. 2018 às 16:31

O Ministério Público decidiu continuar a investigação sob a suposta compra de emendas parlamentares na Câmara de Vereadores de forma sigilosa. A decisão foi tomada após o vereador Gustavo Sperotto (DEM) prestar mais de 3 horas de depoimento aos promotores Elcio Resmini Meneses e Alécio Nogueira.

De acordo com o promotor Alécio Nogueira, foi acertado com o vereador para que ele não se pronuncie a imprensa e outras pessoas sobre o que foi dito em seu depoimento. Com isso, a partir de agora, o inquérito correrá de forma sigilosa, a fim de não prejudicar o andamento da apuração dos fatos. De certo apenas que os promotores vão ouvir mais pessoas e o inquérito vai continuar. "Não vamos dar detalhes do andamento do inquérito daqui pra frente", finalizou o promotor.

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE. É RÁPIDO E FÁCIL!!!

Plano Diretor deve ser desarquivado na Câmara

Por outro lado, ainda nesta semana a Prefeitura Municipal deve solicitar à Câmara de Vereadores o desarquivamento do projeto do Plano Diretor. A ideia é colocar o projeto em votação ainda no mês de maio.  Em relação a esta decisão do poder público, o promotor Alécio Nogueira afirma que vê com bons olhos a questão. "É bom que o projeto seja desarquivado para vermos se a emenda proposta anteriormente será colocada novamente ou se teremos outras que possam trazer benefícios diretamente a um grupo ou para algum setor na cidade", destaca Nogueira.


Fotos: Divulgação

MAIS NOTÍCIAS

Patrimônio de candidatos a deputado por Bento vai de zero a R$ 2,8 milhões
Vereador Mazzochin apresenta defesa no caso da foto nua de assessora
Setor vitivinícola pressiona por melhores condições de competitividade
Prefeitura consegue reduzir espera por consulta com oftalmologista
Começa a seleção de amostras para a Avaliação Nacional de Vinhos