54 8128.5277 redacao@noticiasdebento.com.br

Como diminuir as chances de ter o problema e prevenir a Catarata

Algumas medidas preventivas podem ser realizadas para reduzir os fatores de risco de desenvolver a catarata.

10 Out. 2018 às 13:34

A catarata é responsável por 51% dos casos de cegueira mundial e afeta quase 30% da população brasileira. Vários fatores são responsáveis pelo aumento de probabilidade de você ter o problema, como, por exemplo, condições genéticas. O cristalino, parte do olho afetada, passará pelo envelhecimento natural obrigatoriamente. Mesmo assim, você pode tomar algumas atitudes durante a vida para diminuir os fatores de risco da catarata. O acesso à informação é a melhor maneira de resolver o problema. Veja algumas dicas para ajudar você e sua família no cuidado com os olhos.


CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE. É RÁPIDO E FÁCIL!!


Antes, vamos entender um pouco sobre o que é a catarata e quais são seus sintomas.



O que é a catarata

A catarata é causada pelo acúmulo desordenado de proteínas no cristalino do olho, ou seja, é uma espécie de lente natural que nós temos. Esse acúmulo é comumente relacionado ao processo de envelhecimento, mas existem outros tipos, como a  catarata congênita.Quem sofre da doença enxerga imagens embaçadas, como se estivesse observando o mundo por meio de um vidro sujo.

Confira mais alguns sintomas:

Sensibilidade à luz: quem tem catarata costuma encontrar dificuldades para conviver com a luz intensa, especialmente do sol. Dirigir à noite também se torna um problema, por causa do brilho dos faróis.

Visão dupla: se, ao fechar um dos olhos,  você enxerga imagens duplas com o que ficou aberto, você pode estar experimentando um sintoma de catarata.

Cores gastas: a catarata ainda pode afetar sua visão das cores, que ficam mais desbotadas, puxadas para o marrom e o amarelo.

Segunda visão: outra característica de quem tem o problema: a segunda visão é um fenômeno no qual a pessoa experimenta melhora repentina para enxergar de perto, que logo desaparece, dando lugar à catarata avançada.

Agora você já sabe como identificar sinais da catarata. Mas, antes que isso aconteça, siga as dicas a seguir para manter a sua visão saudável.

Como você pode prevenir a catarata

Todos nós teremos o envelhecimento do cristalino uma hora ou outra. Isso é natural dos nossos olhos. Algumas pessoas ainda têm mais chances de adquirir o problema, seja por sua genética, seja por fatores de risco. Entretanto, seguindo as medidas preventivas, podemos adiar naturalmente o problema ou ter perda de qualidade da visão apenas quando atingirmos a idade avançada.

Siga estas dicas:

Diminua seus vícios

É sabido que o hábito do fumo é comprovadamente um agravante do câncer de pulmão. Mas você sabia que fumar também pode aumentar as chances de desenvolver a catarata?

Consumo de bebidas alcoólicas com frequência e em muitas quantidades também é um fator de risco. Por isso, se você quer se prevenir da catarata, procure evitar esses hábitos.

Mantenha o diabetes controlado

Quem sofre de diabetes tem mais chances de ter catarata. Por isso, mantenha a sua controlada, com visitas frequentes ao médico, seguindo as recomendações nutricionais e tomando os medicamentos prescritos.

Proteja seus olhos do sol

A incidência de raios ultravioleta é um agravante para a possibilidade de desenvolver catarata. Por isso, use óculos que protejam sua visão filtrando 100% desses raios. Especialmente se sua atividade profissional envolve exposição ao sol.

O uso de chapéus e bonés também é um bom recurso. Esses, além de proteger os olhos,  protegem sua pele.

Faça consultas oftalmológicas regularmente

Mesmo que você não tenha sentido grandes mudanças na sua visão, é importante ir ao médico oftalmologista regularmente. A catarata é uma doença silenciosa, que evolui aos poucos e por isso nem sempre é possível percebê-la de imediato.

Não deixe de informar ao médico especialista tudo sobre seu histórico familiar e os  hábitos diários, incluindo as suas atividades no trabalho. Assim, ele terá como realizar exames mais precisos e adequados ao seu caso.

Agora, se você identificou sintomas que indiquem a presença de catarata, saiba que o tratamento com cirurgia é bastante recomendado, além de ter resultados muito eficazes.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e close-up

Confira abaixo algumas informações sobre isso.

Tratamento para catarata

A cirurgia de catarata é recomendada para quem sente alta queda na qualidade de vida, por estar com a visão comprometida. 

O procedimento consiste em substituir o cristalino enevoado por uma lente intraocular artificial transparente. Bastante efetiva e segura, a cirurgia de catarata requer poucos dias de recuperação.


Oftalmologia Integrada - Serra Gaúcha

Rua General Osório, 309 - Sala 503 - Edifício Osvaldo Cruz - Centro - Bento Gonçalves/RS

Fotos: divulgação

MAIS NOTÍCIAS

O impacto psicológico do câncer de mama na mulher
Dicas de alimentação para manter o idoso comendo bem e com prazer
Saiba o que é a síndrome do túnel do carpo, como tratar e prevenir a condição
Prontuários Anestésicos do Hospital Tacchini passam a ter registro digital
Como evitar problemas de pele causados pela luz do computador e do celular