×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaVídeosEmpresas e EntidadesBairrosCulturaVariedadesEleiçõesBrasil

Bairro São João ainda espera por sua Unidade Básica de Saúde

Inaugurada no dia 9 de outubro, UBS ainda não recebeu um paciente se quer até o momento. Atendimento são feitos no ônibus da Secretaria Municipal de Saúde.

12/12/2019 08:07

O que era para ser um alívio para os moradores do bairro São João e arredores, tornou-se uma dor de cabeça maior ainda. A tão esperada Unidade Básica de Saúde, que funcionaria em um dos espaços cedidos pelo Clube Esportivo, está servindo apenas de decoração até o momento. Passados dois meses de sua inauguração, o espaço ainda não recebeu um paciente sequer até o momento. Ainda não há previsão se este ano a UBS abre as portas para iniciar os atendimentos.

Moradores do bairro vem denunciando há várias semanas o descaso do poder público municipal em relação aos atendimentos realizados. Todos aguardam com ansiedade a abertura da UBS, que resolveria o problema de atendimento médico no bairro, evitando um deslocamento até o Pronto Atendimento do bairro São Roque. Inaugurada no dia 9 de outubro deste ano, a promessa nos discursos de abertura era de que os atendimentos ocorreriam a partir da quinta-feira, 10 de outubro, o que não aconteceu.

A UBS do bairro São João deveria atender os moradores do bairro e também das comunidades da Linha Eulália, Vinhedos e Loteamento Paim. Porém, quem vai até a unidade de saúde se decepciona. Até o momento, passados dois meses da inauguração, a prefeitura segue realizando os atendimentos com o chamado Ônibus da Saúde nas segundas pela manhã e nas quintas à tarde. 

O vereador Moisés Scussel (PSDB) denunciou o fato na tribuna da Câmara de Vereadores na sessão ordinária realizada na segunda-feira, 9. Segundo ele, a maior reclamação dos moradores é que antes da inauguração da unidade, o ônibus atendia somente os moradores do São João. Com a mudança, são mais três localidades atendidas além do bairro e apenas 12 fichas disponíveis por dia e mais duas para os casos de revisão. "Acredito que a prefeitura precisa olhar com mais carinho para esta comunidade. A obra só deveria ter sido entregue quando tivesse condições de realmente atender a população", destacou o vereador.

A Unidade Básica de Saúde do bairro São João tem 124 metros e é bem completa. A UBS conta com uma recepção, farmácia, consultório médico, consultório de enfermagem, sala de espera,  sala de esterilização e expurgos, banheiros e cozinha. A previsão era de que estivessem trabalhando no local um médico, um enfermeiro, um técnico de enfermagem e um auxiliar administrativo. Os atendimentos às segundas pela manhã e quintas à tarde seriam um teste feito pela prefeitura para ver e sentir qual a demanda a ser exigida na unidade. A ideia era que, até o final de 2019, era de que os atendimentos passassem a ser diários.

O que diz a prefeitura sobre o caso

O secretário municipal de Saúde, Diogo Segabinazzi Siqueira, afirmou que os testes realizados pela prefeitura acabaram sendo feitos com a utilização da unidade móvel e não na UBS diretamente. Siqueira revela que já foi identificado que o formato utilizado não está dando conta dos atendimentos à população. O secretário adianta que já foi feita a convocação de alguns funcionários como técnico de enfermagem, auxiliar administrativo e auxiliar de enfermagem. Com isso, o médico que está realizando as consultas no ônibus, passará a realizar os atendimentos direto na UBS do São João. A ideia também é aumentar o número de dias de atendimento à população, dando assim conta da demanda exigida para as quatro comunidades atingidas pela UBS. O secretário não deu um prazo para abertura da unidade. "Iremos melhorar gradualmente o atendimento assim que a unidade começar a funcionar a pleno", resumiu Siqueira.

Fotos: Notícias de Bento - Fonte: Notícias de Bento