×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaVídeosEmpresas e EntidadesBairrosCulturaVariedadesEleiçõesBrasil

BOA NOTÍCIA: Plasma convalescente começa a ser utilizado em Bento Gonçalves

Saiba onde e quem pode doar para ajudar a salvar vidas de pacientes em estado grave em consequência do coronavírus.

10/08/2020 10:42

A partir desta semana, Bento Gonçalves começa a fazer uso do plasma convalescente no tratamento de pacientes graves diagnosticados com coronavírus. O Hospital Tacchini iniciou a utilização do recurso, que já foi utilizado contra gripe espanhola, H1N1 e o ebola, salvou muitas vidas em Caxias do Sul, mas ainda é experimental na Covid-19.

O tratamento com plasma convalescente consiste em aplicar a “parte líquida do sangue”, de pessoas que já se curaram do novo coronavírus em pacientes que ainda estão lutando contra ele. O plasma é a parte do fluido sanguíneo onde estão localizadas diversas proteínas, entre as quais estão os anticorpos, responsáveis diretos pelo combate às mais variadas doenças.

Aprovado pela FDA (US Food and Drug Administration), órgão governamental americano que regula os medicamentos, a técnica passou a ser utilizada nos Estados Unidos de forma promissora e, além do Tacchini, outros hospitais brasileiros também passaram a realizar o tratamento recentemente. Na instituição bento-gonçalvense, o plasma será utilizado como terapia compassiva. Ou seja, ele terá como princípio a disponibilização a pacientes confirmados de COVID-19 com quadros considerados graves, que ameacem a vida, e cujas alternativas de terapias com produtos registrados pela Anvisa no país já foram esgotadas.

“O uso de plasma convalescente de pacientes que já tiveram COVID-19 e se recuperaram é uma pratica segura que esta sendo testada em vários centros. No Tacchini o seu uso está sendo iniciado na UTI em pacientes graves, com consentimento informado do paciente ou responsável. Esperamos em breve termos nossa experiência e torcermos para que beneficie estes pacientes”, descreve o dr. Rogério Tregnago, Coordenador Médico da UTI Adulto do hospital.

Onde e quem pode doar

Os doadores devem ser homens entre 18 e 60 anos, que já estiveram infecção comprovada pelo novo coronavírus. A confirmação da infecção deve ter sido feita por meio do teste PCR e o doador deve estar recuperado há pelo menos 28 dias, sem apresentar sintomas de COVID-19 ou de qualquer outra doença infecciosa. 

A triagem dos doadores e a coleta de plasma para pacientes do Hospital Tacchini se dá no Hemocentro de Caxias do Sul (Hemocs). Cada uma das etapas é feita em dias separados. Ou seja, em um dia são realizados os exames e questionários e em outro é efetuada a retirada do plasma convalescente. 

Para facilitar as doações, uma parceria entre Prefeitura de Bento Gonçalves e Tacchini realiza o agendamento e oferece transporte gratuito.  Para realizar o agendamento junto ao hospital, basta entrar em contato pelo (54) 3455-4151, com Ana Paula. 

O Hemocs fica localizado na rua Ernesto Alves, 2260, e atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30min às 17h30min e aos sábados pela manhã, entre 8h e 12h.

Fotos: Alexandre Brusa/Hospital Tacchini/Divulgação - Fonte: Divulgação