×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaCulturaVídeosEmpresas e EntidadesBairros

Será que vale a pena pagar o IPTU à vista?

Professor de Matemática Financeira dá dicas de como fazer o cálculo e ver se é melhor parcelar ou pagar à vista o imposto de seu imóvel.

26/01/2020 11:00

Janeiro chegou e com ele o pagamento de vários impostos. Pois agora está chegando a hora de pagar o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). O prazo muda de cidade para cidade, assim como os valores, mas uma dúvida é compartilhada por todos os contribuintes no momento de colocar a mão no bolso. Vale a pena pagar tudo de uma vez só, à vista, com desconto, ou é melhor parcelar esses valores?

O professor de Matemática Financeira da FAE Business School, Amilton Dalledone Filho, explica que é necessário fazer uma distinção. As situações são diferentes, pois, quem vai desembolsar altos valores com o pagamento do IPTU acaba tendo chances maiores de conseguir boas negociações com instituições financeiras, conseguindo melhores remunerações para recursos investidos, por exemplo. “Para quem tem um imóvel com valor não tão elevado é uma situação. Para quem é dono de imóvel de maior valor, e vai pagar R$ 10 mil, R$ 15 mil de imposto, tem que fazer a conta para ver o que vale a pena”, analisa.

Em Bento Gonçalves, o desconto do IPTU pode chegar a 10% para quem fizer o pagamento até o dia 7 de fevereiro e de 7% para os pagamentos realizados até o dia 20 de fevereiro. Para quem quer dividir, o pagamento pode ser feito em até quatro vezes, com vencimentos nos meses de março, maio, julho e setembro.

O professor explica que, no parcelamento, há uma taxa implícita de 0,75% ao mês - ou 9,38% no ano. “A gente não pode dizer que eles estão cobrando juros, porque o desconto é dado para o pagamento à vista”, pontua Dalledone Filho. No entanto, na hora de pagar em parcela única ou parcelar, o consumidor precisa colocar os números na ponta do lápis.

“Se você tem o dinheiro, quer aplicar e na sua aplicação financeira você vai conseguir um valor maior do que esse de 0,75% ao mês [9,38% ano ano], vale a pena investir. (...) No final, vai sobrar um pouquinho pela valorização do capital”, explica o docente. Para efeitos de comparação, a caderneta de poupança começou 2020 com retorno de 3,15% ano ano. Rendimento muito baixo e que não compensaria o parcelamento do IPTU.

Empréstimo para quitar IPTU vale a pena?

E fazer empréstimo, vale a pena? O raciocínio não muda: se a instituição financeira cobrar juros inferiores àqueles embutidos no parcelamento, vale. No entanto, conforme reforça Dalledone Filho, é preciso analisar todas as cobranças. "No empréstimo, o consumidor tem que ficar de olho não só nos juros, mas também na cobrança de IOF e nas conhecidas Taxas de Cadastro, muitas vezes cobradas pelos bancos”, analisa o economista.

Fotos: NB Notícias - Fonte: NB Notícias