×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaVídeosEmpresas e EntidadesBairrosCulturaVariedadesEleiçõesBrasil

ELEIÇÕES 2020: Bento terá primeiro candidato estrangeiro no pleito municipal

Adma Gama Soliman, primeiro haitiano a chegar em Bento Gonçalves, vai concorrer a uma cadeira na Câmara Municipal de Vereadores.

04/09/2020 01:07

Pela primeira vez na história eleitoral de Bento Gonçalves, o município contará com um candidato estrangeiro na disputa de uma cadeira no Legislativo. Trata-se de Adma Gama Soliman, de 34 anos, o qual foi primeiro haitiano a chegar na cidade, em 2012. Ele vai concorrer ao pleito municipal pelo Partido dos Trabalhadores (PT). 

Nascido em Saint Louis du Sud, no Haiti, Adma foi criado pela avó, uma vez que seus parentes mais próximos foram morar na França quando ainda criança. Ele residiu também na República Dominicana e na Guiana Francesa. Após o terremoto que devastou o Haiti em 2010, Adma tentou aprovar seu visto para reencontrar com sua mãe e demais familiares na Europa, porém foi negado. 

Ao passar por Rio Branco, capital do Acre, em direção à Guiana Francesa, Adma se juntou a uma empresa de Bento Gonçalves, que estava à procura de pessoas para trabalhar. Foi então que, em 2012, ele chegou em Bento e fixou residência com sua esposa, a qual é brasileira. Ao se desvincular da empresa, Adma passou a trabalhar como encanador profissional, serviço que presta até hoje na cidade. 

Há dois anos, Adma conseguiu a cidadania brasileira. Depois do período de adaptação, e recebendo diversos haitianos que chegaram na cidade posteriormente, ajudando-os a se alocarem no município, ele foi criando um vínculo próximo com Bento Gonçalves.


E partiu dessa proximidade com a cultura local e os problemas que permeiam a sociedade, sobretudo quanto à desigualdade social e racial, que Adma optou por entrar no ramo da política. “Um dos meus objetivos para entrar na política é para ver o que consigo fazer sobre a desigualdade, integração social, que é complicado em Bento, é um dos meus objetivos e motivos também”, explica. 

Além disso, a motivação do desejo de ser um representante negro na política de Bento Gonçalves também se deve aos fatos que ocorreram nos últimos anos envolvendo mortes de negros nos Estados Unidos e também no Brasil. “Eu nunca tinha no meu pensamento em ser candidato, nem aqui nem no Haiti, em nenhum lugar. No último momento fiquei ansioso e aflito ao ver o que está acontecendo quanto à desigualdade, de integração social, do que acontece no mundo, como estão maltratando e matando os negros nos Estados Unidos, no Brasil também. Isso mexeu comigo e me motivou a participar dessa revolução contra a desigualdade. Estou me entregando nessa batalha”, ressalta Adma. 

As eleições municipais de 2020 estão previstas para os dias 15 e 29 de novembro.  

Fotos: Divulgação - Fonte: NB Notícias