×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaVídeosEmpresas e EntidadesBairrosCulturaVariedadesEleiçõesBrasil

96 ANOS: Hospital Tacchini completa aniversário vislumbrando modernizações

Planejamento estratégico da casa de saúde prevê a ampliação de serviços e a criação de condições ainda mais favoráveis para o atendimento da população.

22/09/2020 10:46

O Hospital Tacchini chega aos seus 96 anos de história. Ao longo desse período, passou por incontáveis ampliações e modernizações. Mais do que a estrutura física, o hospital conseguiu reunir à sua volta pessoas dedicadas a cuidar da saúde do próximo. Até a chegada de seu centenário, em 2024, o Tacchini tem novos e importantes passos a serem percorridos, tudo para continuar cumprindo com excelência o objetivo de melhorar a saúde de todos.

Fundado em 1924, o Hospital Tacchini surgiu da necessidade de uma estrutura que pudesse abrigar equipamentos e remédios que dessem ao médico italiano, Bartholomeu Tacchini, as condições de trabalho para atender a população. Resultado da união da comunidade bento-gonçalvense, o primeiro prédio do complexo hospitalar foi concluído em 1927.

Nestes 96 anos de história, o Hospital Tacchini passou por incontáveis ampliações e modernizações. A partir da década de 1980, outros serviços de saúde foram criados e incorporados, como o Plano de Saúde Tacchimed, as Farmácias Tacchimed, o Hospital São Roque, a Casa de Repouso Elisa Tramontina, o Instituto Tacchini de Pesquisa em Saúde e o Instituto do Câncer, dando origem ao Tacchini Sistema de Saúde. Mais do que a estrutura física, o hospital conseguiu reunir à sua volta pessoas dedicadas a cuidar da saúde do próximo. Atualmente, o complexo possui cerca de 2.200 colaboradores ativos. Entre eles, estão os 265 médicos de 53 especialidades diferentes, que formam o Corpo Clínico do hospital. 

Apenas no último ano, o Tacchini recebeu mais de 14 mil internações e hospital-dia (assistência intermediária entre a internação e o atendimento ambulatorial, para realização de procedimentos clínicos, cirúrgicos, diagnósticos e terapêuticos, que requeiram a permanência do paciente na Unidade por um período máximo de 12 horas). No Pronto-Socorro, foram mais de 76 mil atendimentos em 2019, com 4.816 atendimento classificados como de emergência ou muito graves. Destes, 98,8% dos pacientes tiveram suas vidas salvas. “Até a chegada de seu centenário, o Tacchini tem novos e importantes passos a serem percorridos, já descritos em um planejamento estratégico com ações definidas até 2025. A criação de um novo hospital vai acompanhar a demanda gerada pelo crescimento e desenvolvimento da região, ampliando serviços e criando condições ainda mais favoráveis para que o Tacchini continue cumprindo com excelência o objetivo pelo qual o hospital foi formado há 96 anos: melhorar a saúde de todos”, descreve o superintendente do Tacchini, Hilton Mancio.


Fotos: Divulgação - Fonte: NB Notícias