×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaVídeosEmpresas e EntidadesBairrosCulturaVariedadesEleiçõesBrasil

DISTANCIAMENTO CONTROLADO: Estado libera feiras comerciais e eventos corporativos

Novos protocolos deverão ser publicados em decreto do governo gaúcho até a próxima terça-feira, dia 22

17/09/2020 06:52

Com a estabilização e e até a redução de alguns dados envolvendo o coronavírus no Rio Grande do Sul, e depois de amplo diálogo com representantes setoriais, o governador Eduardo Leite anunciou, na transmissão virtual para atualização do enfrentamento à pandemia desta quinta-feira, dia 17, a liberação, com restrições, de eventos corporativos. Os protocolos deverão ser publicados em decreto entre segunda-feira, 21, e terça-feira, 22.

Após diversas agendas de diálogo com representantes do setor de eventos, estudos e análises por parte do governo, estão sendo finalizados os protocolos para a retomada de algumas atividades. A previsão é que o decreto com as regras seja publicado no começo da próxima semana. “Sempre falamos que o nosso trabalho seria com o dedo no pulso. Quando foi necessário aumentar as restrições, o fizemos. Agora que a situação melhorou, estamos permitindo a retomada de algumas atividades. Foi assim no comércio, no setor da alimentação, nas escolas e, agora, em mais duas áreas: a esportiva (na última segunda-feira, 14) e a de eventos”, destacou o governador.

Em um primeiro momento, devem ser permitidas apenas feiras e exposições corporativas e comerciais; seminários, congressos, convenções, simpósios, conferências, palestras e similares; reuniões corporativas, oficinas, treinamentos e cursos corporativos. “Para todas elas, é claro, deverão ser observados rigorosos protocolos, como limitação de pessoas e distanciamento entre elas, sistema de renovação do ar, cuidados na entrada e na saída, além do já tradicional uso da máscara e de medidas constantes de higienização. Eventos sociais e comemorativos não serão permitidos nesse primeiro protocolo, mantendo a proibição para, por exemplo, festas de 15 anos e casamentos”, explica Leite.

Fotos: Gustavo Mansur/Palácio Piratini - Fonte: