×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaVídeosEmpresas e EntidadesBairrosCultura

Em meio à pandemia, Multimóveis vende Eko Ambientes para a Manfroi

A partir desta quarta-feira, 1º de julho, marca, com nove anos no mercado de planejados e mais de 20 lojas pelo Brasil, passa a se chamar Eko by Manfroi.

30/06/2020 01:45

Com mais de 20 lojas pelo Brasil, incluindo a loja conceito localizada em Bento Gonçalves (RS), a marca de móveis planejados Eko Ambientes, criada em 2011 pelo Grupo Multimóveis, troca oficialmente de comando a partir desta quarta-feira, 1º de julho, e se chamará Eko by Manfroi. A concretização da venda das lojas e da carta de clientes para a Manfroi Móveis, tradicional empresa moveleira há 65 anos no mercado e 20 anos no mercado de planejados, aconteceu no dia 22 de junho.

A negociação durou cerca de seis meses mediante o alinhamento das diretrizes de ambas indústrias e a garantia da continuidade do profissionalismo, transparência e credibilidade que a marca Eko conquistou no mercado. A confiança e a afinidade, criadas durante o processo de negociação, tanto pela Multimóveis como pela Manfroi, facilitarão a transição, tanto que as áreas comercial e estratégica de ambas empresas estão engajadas para garantir o sucesso da parceria. Euclides Longhi, diretor comercial do Grupo Multimóveis, destaca que a inovação e a ousadia da Eko com a expertise e a seriedade da Manfroi garantirão ainda mais impulso para a realização de projetos e sonhos de cada cliente.

Novas frentes

A decisão da venda por parte da Multimóveis deve-se pela intensificação e expansão de investimentos dos seriados em lojas físicas, principal foco da empresa, assim como em novas frentes e diretrizes de mercado, entre elas, a venda no mercado virtual e ainda mais força nas exportações, nicho que faz parte do DNA da empresa. “Avaliamos que é o momento de promovermos mudanças e realizarmos novos investimentos, especialmente nesse momento de pandemia, sem deixar de lado a responsabilidade de buscarmos parcerias sérias com empresas tradicionais de credibilidade, como é o caso da Manfroi”, conclui Longhi.

Fotos: Divulgação - Fonte: NB Notícias