×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaVídeosEmpresas e EntidadesBairrosCultura

Fiema Brasil é adiada para maio de 2021

Evento, que chega à 9ª edição, ocorreria inicialmente no mês de abril deste ano, mas foi transferido para o mesmo período em que a Fundação Proamb completa 30 anos

26/06/2020 04:38

A Fundação Proamb, entidade promotora da Feira de Negócios, Tecnologia e Conhecimento em Meio Ambiente (Fiema Brasil), informou, nesta sexta-feira, dia 26, a nova data para a realização do evento. A nona edição, que ocorreria inicialmente em abril deste ano, será nos dias 11, 12 e 13 de maio de 2021, no Parque de Eventos de Bento Gonçalves.

De acordo com a organização, a mudança foi confirmada "após nova e criteriosa avaliação".“Diversos motivos embasaram nossa tomada de decisão. O primeiro deles, sem dúvida, foi a preservação da saúde e bem-estar de todos os envolvidos: expositores, equipes de trabalho e visitantes, poupando-os de uma situação de exposição que pode ser remanejada”, explica o presidente desta edição, Jonas Brevia.

Outra questão importante foi a sensibilidade com relação à atual situação das empresas expositoras. “Muitas delas estarão focadas, neste segundo semestre, em restabelecer o equilíbrio de seus negócios e reverter os prejuízos amargados em função do impacto da pandemia. Então, optamos por postergar a feira para que, em maio, com um cenário que acreditaremos estar muito mais favorável, a Fiema possa efetivamente cumprir os objetivos de geração de oportunidades, network e promoção do conhecimento a que se propõe”, aponta o presidente.

Há, ainda, uma terceira razão que ajudou a consolidar a decisão: em abril de 2021, a Proamb completa 30 anos de história – data de grande significância que será comemorada e compartilhada com o público expositor e visitante da Fiema a partir da realização da feira em nova data.

A equipe de trabalho da Fiema Brasil está focada em uma série de ações operacionais para garantir o sucesso da nona edição. “Um dos focos, desde o início, foi assegurar a retenção dos expositores que já estavam confirmados, mantendo-os junto à feira independentemente da troca da data. Sempre nos posicionamos com franqueza e transparência, deixando clara nossa real preocupação com o bem-estar das pessoas e, também, com a promoção de um encontro comprometido em efetivamente gerar retornos”, explica. A mesma condução foi adotada com os prestadores de serviço – com contratos ajustados para a nova data, mas preservando a parceria, com importantes ganhos na geração de emprego e renda para o município.

Foco na programação

Também há outra frente de atuação trabalhando para reprogramar os eventos concomitantes da programação da feira, centralizados no Fiemacon, entre eles o 5º Meeting Empresarial, que apresentará cases de sucesso com a presença de influentes líderes empresariais; o 7º Congresso Internacional de Tecnologia para o Meio Ambiente, discutindo soluções interfaces ambientais, com espaço para apresentação de trabalhos acadêmicos sobre o setor; o 7º Seminário Brasileiro de Gestão Ambiental na Agropecuária; o 6º Seminário de Segurança no Trabalho; o 3º Seminário de Energias Renováveis; e o Simpósio de Construções Sustentáveis.

Além destes, estão mantidos e confirmados projetos como a Arena de Startups, que reunirá mais de 40 empresas trazendo inovações ligadas à temática ambiental e, também, áreas de apoio. Durante os três dias da feira, as startups exibirão suas soluções apresentando seus cases de inovação em pitches diários em um espaço exclusivo – e de acesso gratuito, aberto ao público.

Fotos: Divulgação - Fonte: