×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoCucina NBModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetFotosViagensTecnologiaVídeos

Bento pode se tornar a capital nacional do skate

Capital do Vinho recebeu proposta para ser sede de um Complexo Esportivo da modalidade, com direito a construção de uma mega rampa na cidade.

28/06/2019 12:24

Bento Gonçalves pode se tornar a Capital Nacional do Skate. Nesta semana, uma comitiva esteve na Capital do Vinho para apresentar o projeto de construção de um Complexo Esportivo da modalidade que levará o nome do maior nome do skate mundial, Bob Burnquist.


A proposta foi apresentada por Saul Jr.,  gerente da KES Engenharia, empresa propulsora do projeto. A ideia é instalar uma matriz em que os profissionais dessa modalidade tornem e busquem o Complexo em Bento para treino. A diretora de Comunicação da Confederação Brasileira de Skate (CBSK), Tatiana Lobo, também participou do encontro com o prefeito Guilherme Pasin e alguns secretários e reiterou que o objetivo é criar condições e estrutura para atletas treinarem na cidade. “Com a inserção do skate como modalidade olímpica nos Jogos em 2020 é mais um avanço para atraí-los para a cidade e fomentar o turismo local”, destacou a diretora.


O projeto contempla uma réplica da Megarampa, pista nos padrões olímpicos e de bicicross, além de um espaço para eventos. Para o arquiteto e urbanista Sylvio Az, sócio do escritório Rio Ramp Design (RRD), a ideia é montar um polo de skate na cidade que possa comportar desde um campeonato mundial até visitações para comunidade e turistas. 


O prefeito Guilherme Pasin demonstrou interesse em receber o complexo. “Enxergamos de forma positiva essa iniciativa. Bento é rica em cultura, Rotas Turísticas e enogastronomia. Com a obra, teremos um atrativo também para o público infanto-juvenil e, assim, consolidamos Bento como ‘turismo de família’. Levem daqui uma certeza: tem o nosso apoio e nossa paixão”, enfatizou o prefeito.


Um dos locais visitados e que pode receber a megarampa é o Parque de Aventuras Gasper, na Linha Eulália. O município dispõe, desde 2015, de uma Lei de Incentivo aos novos empreendimentos e investimentos. A legislação prevê a isenção temporária de taxas e tributos para empresas já estabelecidas no município, e que tenham projetos de ampliação, ou para empresas que optarem por se instalar na cidade, gerando novos empregos.


Fotos: Divulgação - Fonte: Divulgação