×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoCucina NBModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetFotosViagensTecnologiaVídeos

Biografia de Renato Gaúcho será relançada em Bento

O relançamento ocorrerá neste sábado, 9, a partir de 18h, no Boteco Sports, com a presença do escritor Marcos Eduardo Neves.

08/03/2019 06:18

Anjo gremista, demônio colorado, Renato Gaúcho é um dos mais fascinantes personagens da história do futebol brasileiro. A trajetória dessa lenda de Bento Gonçalves finalmente chega à Serra Gaúcha. O relançamento ocorrerá neste sábado, 9 de março, a partir de 18h, no Boteco Sports, durante a concentração do consulado gremista para o duelo do imortal tricolor. 

Um dos principais escritores de futebol do país, Marcos Eduardo Neves traz a Bento sua obra que retrata a carreira dentro de campo do ex-ponta-direita, maior ídolo da história do Grêmio. O autor já assinou a biografia de Heleno de Freitas, que virou filme com Rodrigo Santoro; do craque Alex, ex-Palmeiras, Coritiba, Cruzeiro e Fenerbahçe da Turquia; e, mais recentemente, do artilheiro Nunes, campeão mundial pelo Flamengo.

“Renato Gaúcho, a meu ver, é o maior ídolo de um clube nacional em toda História”, diz Marcos Eduardo Neves. “Pelé ganhou tudo pelo Santos mas só sua geração viu. Zico, o mesmo pelo Flamengo. Já as glórias que Renato proporcionou como jogador nos anos 80 estão sendo revividas atualmente como treinador. O que nenhum outro ídolo jamais fez no futebol brasileiro”, destaca o biógrafo.

Natural de Guaporé, Renato trabalhou em Bento Gonçalves como padeiro e montador de móveis até se destacar pelo Esportivo. Vice-campeão gaúcho de 1979, foi contratado pelo Grêmio. Logo se tornaria o maior ídolo da história do clube. 

Resultado de imagem para renato gaúcho

Em 1983, o atacante ganhou a Libertadores e marcou os dois gols que renderam ao tricolor o título mundial interclubes. Contudo, perdeu a chance de disputar a Copa de 86 por uma noitada. No Rio de Janeiro, marcou pelo Fluminense o épico gol de barriga em pleno centenário do Flamengo – clube pelo qual venceu a Copa União de 1987, sendo o craque da competição. “Esse é mais do que um livro de futebol. É uma aventura viciante em que cada frase contém um turbilhão de informações e que a narrativa cativa o leitor pela agradável falta de linearidade cronológica. De pesquisa e apuração foram necessários 12 anos para criar uma obra imparcial, que se desenvolve com credibilidade desde a ascensão do menino pobre do interior gaúcho à imortalidade no esporte que é uma paixão nacional”, finalizou o autor da biografia.




Fotos: Divulgação - Fonte: Divulgação