×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoCucina NBModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetFotosViagensTecnologiaVídeos

Esportivo decepciona na estreia da Divisão de Acesso

Apresentando pouco futebol, time do técnico Badico Costa perdeu por 1 a 0 para o São Luiz, mesmo jogando em casa.

09/03/2017 03:49

O Esportivo não fez a estreia que os torcedores esperavam na Divisão de Acesso. Apresentando um futebol abaixo do aceitável, o time do técnico Badico Costa perdeu para o São Luiz, de Ijuí, por 1 a 0. Agora o Alviazul tentará a recuperação neste domingo, 12, no clássico contra o Brasil, de Farroupilha, fora de casa.

O torcedor compareceu ao estádio para ver como seria o time do Esportivo montado por Badico Costa. No primeiro tempo, o Alviazul tentou pressionar nos primeiros 20 minutos, mas o São Luiz soube marcar o time da casa e explorava os contra-ataques. O atacante Zulu, principal esperança de gols do Esportivo, praticamente não viu a cor da bola e foi anulado pela defesa do time adversário. No final do primeiro tempo, Jean Dias abriu o marcador para o time de Ijuí, após jogada individual.

Na segunda etapa, o técnico Badico Costa fez algumas alterações na equipe, colocando Felipinho e Léo, nos lugares de Gustavo e Sapeka. A torcida reclamou com o treinador, porque queria a saída de Zulu do time. O São Luiz controlava as ações do Esportivo, que não conseguia organizar jogadas de ataque. O time visitante reclamou um pênalti de Luiz Müller no atacante Léo Mineiro, que não foi marcado pela arbitragem.

No final da partida, os ataques do Esportivo ficaram resumidos a levantamento de bolas na área, sem ameaçar o gol do São Luiz. O time visitante soube segurar o resultado e garantir os três pontos em sua estreia na competição. Para o técnico Badico, o detalhe fez a diferença no jogo. Ele acredita que se o Esportivo tivesse marcado em uma boa chance aos 25 minutos da primeira etapa, o resultado do jogo seria outro. "A responsabilidade da derrota é toda minha. Eu conheço o meu grupo de jogadores e sei que vamos dar a volta por cima contra o Brasil, em Farroupilha", destaca o comandante do Alviazul.

Um fato que chamou a atenção após o término da partida, foi o de a imprensa não poder falar com os jogadores do Esportivo. O vice-presidente de Futebol, Anderson Zanella, informou aos repórteres que nenhum atleta do Alviazul iria dar entrevista. Apenas o dirigente e o técnico Badico Costa falaram com os profissionais que fizeram a cobertura do jogo.

Fotos: MARCELO DARGELIO - Fonte: Fabiano Buda/FML Esportes/Divulgação