×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaVídeosEmpresas e EntidadesBairrosCulturaVariedadesEleiçõesBrasil

FUTSAL: Vaner Flores completa uma década à frente do BGF

Treinador é um dos mais longevos no comando de um clube no futsal brasileiro. Sua trajetória na equipe bento-gonçalvense o tornou ídolo em Bento Gonçalves.

03/08/2020 10:08

O técnico Vaner Flores atingiu uma marca histórica em sua carreira. No dia 2 de agosto, o treinador completou uma década à frente do Bento Gonçalves Futsal (BGF), sendo um dos treinadores mais longevos no comando técnico de uma equipe no futsal brasileiro. Vaner se tornou sinônimo da história do clube, e foi o responsável por levar o BGF ao protagonismo no futsal gaúcho e por conquistar o primeiro e único título da equipe bento-gonçalvense em sua história. 

Após realizar uma boa campanha pela extinta AGEL, de Garibaldi, em 2009, Vaner Flores foi convidado pelo atual presidente, Alcindo Somensi, a assumir o lugar de Régis Carvalho no comando do clube a partir de 2010. Apesar de, na época, contar com apenas dois anos como treinador de uma equipe profissional, Vaner Flores conseguiu realizar boas campanhas nos primeiros anos, colocando o BGF no protagonismo. 

Em 2011 e 2012, sob o comando de Vaner Flores, o BGF vivenciou sua fase áurea no futsal gaúcho, terminando ambas as temporadas entre os três melhores do Estado. Em 2015, o treinador levou a equipe à primeira conquista de sua história: a Copa Metro-Serra. 

Em dezembro de 2019, Vaner completou 300 jogos à frente do BGF. Agora, em 2020, o treinador alcançou mais uma marca emblemática para a sua carreira. “É um momento muito feliz por estar completando uma década frente a uma equipe de futsal, o que é bastante difícil na nossa profissão. Cada vez que trabalho, cada jogo que enfrento, cada treino que dou para minha equipe, cada conteúdo que oferto para eles, eu me preparei muito para isso e a cada treino e cada jogo penso em permanecer. Jamais pensei em sair daqui, e é aqui que eu quero continuar conquistando”, ressalta Vaner. 


As primeiras raízes do técnico Vaner Flores se fixaram em Bento Gonçalves ainda na década de 1990, quando foi jogador da extinta Reserg, de Bento Gonçalves. “Eu precisava muito do BGF, pois queria muito os meus laços em Bento Gonçalves, por ter atuado em 1996, quando encaminhamos a Reserg para a Série Ouro, e em 2000. Eu sempre pensei em permanecer. Não tenho muitos clubes na carreira como atleta, e também pensei em não ter muitos clubes como treinador. Me deram a oportunidade aqui e abracei com tudo”, pondera. 

Apesar de não contar com um grande poderio aquisitivo em relação às outras equipes do Estado, o BGF conseguiu montar grupos competitivos, sobretudo com a formação de atletas nas categorias inferiores, nas quais Vaner é coordenador. “Nunca tivemos um grande poder financeiro. Tivemos que lapidar, fazer atletas, como fiz, como lapidei vários, e isso para mim é muito bom, muito gratificante. E esse trabalho foi evoluindo, tivemos alguns anos ruins, não podemos deixar de salientar também, mas apostava sempre em permanecer e dar meu máximo”, explica. 

A marca emblemática salienta, sobretudo, o desejo de Vaner Flores continuar exercendo o trabalho no clube com vistas a elevar o BGF de patamar no cenário do futsal gaúcho e brasileiro nos próximos anos. “Eu me preparei para isso, eu quis isso. Quem sabe estou hoje treinador do BGF porque a todo instante, para mim, tenho que estar provando o porquê mereço continuar aqui. Eu tenho isso comigo. Meus 30 anos dentro das quadras tirei muita coisa boa e hoje posso auxiliar meus atletas. Fico muito feliz, pois foi uma coisa conquistada com muito trabalho e lealdade”, salienta Vaner. 

Fotos: Kévin Sganzerla - Fonte: NB Notícias