×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaVídeosEmpresas e EntidadesBairrosCulturaVariedadesEleiçõesBrasil

VÔLEI: Bento-gonçalvense vai comandar o Vôlei Futuro na Superliga C

Rafael Fantin, mais conhecido como Dentinho, revelado pelo Bento Vôlei, vai retornar para a cidade de Araçatuba-SP em sua primeira oportunidade como técnico. A contratação não impedirá sua participação nas eleições municipais.

11/08/2020 04:15

Com uma vasta trajetória no voleibol brasileiro, o bento-gonçalvense Rafael Luiz Fantin, conhecido como Dentinho, de 42 anos, terá a oportunidade de colocar sua experiência em prática, mas agora como comandante técnico de uma equipe. O Vôlei Futuro, de Araçatuba-SP, anunciou o retorno de Dentinho ao clube, o qual terá a responsabilidade de comandar o time paulista na disputa da Superliga C Masculina - a porta de entrada para a Superliga B. A sua contratação, no entanto, não o impedirá de participar das eleições municipais, em Bento. 

Em 2020, o Vôlei Futuro, que conta com uma história vitoriosa no voleibol brasileiro, está dando os primeiros passos para a retomada do voleibol profissional, o que causou euforia na cidade. E, com vistas para um retorno triunfal, o clube contratou o seu ex-atleta Dentinho, que atuou na equipe de Araçatuba durante três temporadas. 

“Tenho uma grande identificação com a comunidade tanto de Bento Gonçalves, onde nasci, onde passei pelas categorias de base, e também de Araçatuba, que em 2011 proporcionou o meu retorno depois de quatro anos na Europa. Participei de três temporadas e fomos campeões paulistas, fizemos final de Superliga, ganhamos outros títulos regionais e tivemos outras conquistas, tanto individuais como coletivas”, explica Dentinho.

O seu primeiro desafio será comandar a equipe paulista na Superliga C, a qual é disputada em formato de torneio, e que deverá ocorrer entre os dias 14 e 28 de setembro, em sede única. O prazo de inscrições para a competição vai até o dia 14 de agosto, portanto ainda não há conhecimento dos adversários do Vôlei Futuro. Os dois primeiros colocados garantem o acesso para a Superliga B de 2021. 

Como jogador, Dentinho finalizou sua carreira no Bento Vôlei, efetuando sua transição das quadras para o setor de gestão em Bento Gonçalves. Apesar de ser a sua primeira oportunidade como técnico, o ex-atleta agregou experiência como capitão das equipes e, sobretudo, enquanto supervisor do Bento Vôlei. “Não tive essa experiência de trabalhar como técnico, muito embora sempre estive próximo dos técnicos, principalmente nos últimos anos de carreira, quando eu era capitão do time e, depois, quando era supervisor, então eu tinha esse canal direto com a comissão técnica, com a qual muitas vezes contribuí, com dicas e experiência, na época em que o Paulão era treinador”, salienta. 


O desafio de comandar a tradicional equipe do Vôlei Futuro é grande, como avalia Dentinho, mas pode se tornar ainda maior devido ao formato da competição e às limitações impostas pela pandemia neste período. “Tenho a missão, junto com os demais membros da comissão técnica e da diretoria, montar uma equipe competitiva para buscar a vaga para a Superliga B. A cidade está com uma expectativa muito grande com essa retomada, e me surpreendeu positivamente com toda repercussão que deu, com a minha contratação e com a retomada do Vôlei Futuro”, exalta o bento-gonçalvense. 

O Vôlei Futuro deverá iniciar os trabalhos dentro de quadra com o elenco completo até o final de agosto. Segundo Dentinho, os treinos inicias vão ser direcionados para questões físicas e técnicas. Serão cerca de cinco semanas de treinamentos, com uma periodização pequena, mas com trabalhos intensos. 

Enquanto isso, o clube segue na busca de atletas no mercado para somar experiência ao plantel. “A intenção é buscar alguns atletas pontuais. Não vamos compor um elenco todo, até porque já existe uma base de atletas juvenis e pretendo utilizá-los, até mesmo a transição desses atletas para uma competição principal, mas entendo que deva haver atletas que tenham alguma experiência, e estamos em busca desses atletas que não estejam 100% parados”, explica. 

Carreira de Dentinho:

O bento-gonçalvense possui uma expressiva trajetória pelo voleibol brasileiro. Ao longo de sua carreira, Dentinho empilhou conquistas, tanto coletivas como individuais. Em 1997, ele fez parte do título do Campeonato Gaúcho pelo Bento Vôlei. Além dos inúmeros títulos estaduais, Dentinho foi campeão da Superliga 2003/2004 com a Ulbra e foi por diversas vezes vice-campeão da elite do voleibol brasileiro. Na temporada 2005/2006, o ex-atleta foi eleito o melhor atacante da Superliga. Ele se aposentou das quadras no Bento Vôlei, na temporada 2014/2015. 

Fotos: Ênio Bianchetti - Fonte: NB Notícias