×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaVídeosEmpresas e EntidadesBairrosCultura

Abraçaí lança campanha para manter portas abertas

No Dia Nacional do Abraço (22/5), entidade lança o "Conheça, Abrace e Transforme", para angariar fundos para a instiuição que auxilia 250 crianças.

22/05/2020 04:46

Nesta sexta-feira, 22, comemora-se o Dia do Abraço e a Associação Bento-gonçalvense de Convivência e Apoio à Infância e Juventude (Abraçaí) aproveitou a data para lançar a campanha “Conheça, Abrace e Transforme”, que visa levantar fundos para ajudar a manter a entidade durante esse período de Crise.

A iniciativa voluntária partiu da empresa Cooltivo, um coletivo que cria projetos de impacto social positivo e que se sensibilizou com a situação da Abraçaí e reuniu profissionais de diversas áreas na elaboração da campanha. De acordo com o idealizador, Kauê Grasnievicz, a proposta foi aproveitar a data e colocar em prática uma série de ações que serão realizadas com o objetivo de engajar a comunidade e empresas para arrecadar recursos financeiros. No total serão sete ações baseadas em comunicação para espalhar a causa.  “Dentro de dois meses, o objetivo é arrecadar doações. Vamos fatiar a meta por meio de um financiamento coletivo (https://benfeitoria.com/abracai), voltado à comunidade, e também contar com o apoio empresarial”, explica Grasnievicz. De acordo com a coordenadora executiva da entidade, Daiana França de Oliveira, esse valor será relativo aos custos fixos que a Abraçaí em um mês.

Com o cancelamento dos eventos “Abraçaí nos Trilhos” e “Eles na Passarela”, devido a pandemia do COVID 19, a Abraçaí está contanto com doações e algumas iniciativas de arrecadação, para manter-se neste período.  “Mediante a atual situação de pandemia e por não podermos realizar os eventos previstos, somado ao encerramento de alguns projetos, estamos com dificuldades financeiras para manter a sustentabilidade e os custos fixos mensais da Entidade, inclusive estamos com os contratos dos profissionais suspensos por 60 dias”, explica a coordenadora.

Daiana afirma ainda que a Abraçaí está lutando para não fechar as portas e para que as 250 crianças, adolescentes e jovens que frequentam a entidade diariamente, bem como as suas respectivas famílias, não fiquem desatendidas.  “Estas ações demonstram o envolvimento e a importância da nossa causa e nos dá a esperança de que juntos possamos reverter essa situação. Além disso, diante da atual realidade social, estamos repensando estratégias de captação de recursos”, finaliza a coordenadora.


Fotos: Divulgação - Fonte: NB Notícias