×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaVídeosEmpresas e EntidadesBairrosCultura

Após três décadas de cobranças, nova via começa a ser aberta no Universitário

Ligação entre as ruas Ernesto Lorenzoni e Paulo Pasquetti facilitará a circulação de pessoas e veículos, em trecho onde até hoje havia apenas um atalho

21/02/2020 01:46

Ao longo de quase 30 anos, moradores das ruas Paulo Pasquetti e Ernesto Lorenzoni, no bairro Universitário, vêm cobrando da prefeitura a abertura de uma ligação entre as duas vias. No local, que é praticamente tomado pelo mato, havia apenas um pequeno atalho, utilizado diariamente por moradores das redondezas, inclusive, para o deslocamento até a escola estadual Pedro Rosa.

Além da insegurança, como há moradias neste ponto, algumas famílias ficavam até impossibilitadas de utilizar garagens, tendo que alugar o espaço em casas vizinhas. Pelo fato de o lote em questão ser particular, o problema foi se arrastando ao longo das últimas três décadas, mesmo com inúmeras reivindicações da comunidade. Recentemente, entretanto, uma permuta do Poder Público com os proprietários finalmente transferiu a área para a administração municipal.

Nesta semana, a secretaria de Viação e Obras Públicas deu início a abertura do trecho. De acordo com o titular da pasta, Amarildo Lucatelli, a primeira ação executada é no sentido de limpar o espaço e dar melhores condições de circulação para quem passa por ali, inclusive com a colocação de brita. “Neste primeiro momento, ainda não vamos liberar para veículos, porque precisamos trabalhar na base e na compactação. Mas já na próxima semana vamos voltar com os técnicos do Ipurb (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano) para avaliar o terreno, fazer as medições e trabalhar no projeto. Ainda neste ano, nosso objetivo é que ela já esteja pavimentada”, afirma Lucatelli. Antes do calçamento, entretanto, a nova conexão já deverá ser liberada para o tráfego de veículos.

O secretário ressalta ainda que, provavelmente, toda a obra deverá ser feita pela própria prefeitura, sem a necessidade de contratação de uma empresa terceirizada. “Nós temos equipes e maquinário para fazer isso, então terá um custo bem menor”, acrescenta. A abertura terá aproximadamente 50 metros de extensão. Na outra ponta, também há uma possível conexão com a rua Amândio Dalcin, mas que ainda não tem previsão por se tratar de uma área bastante íngreme e com mais vegetação.

Fotos: - Fonte: