×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaVídeosEmpresas e EntidadesBairrosCultura

Campus do IFRS de Bento doa 50 mil litros de vinho para serem transformados em álcool

Além da doação, diretor-geral colocou o ginásio do campus à disposição para a Prefeitura de Bento Gonçalves. Campus também está elaborando máscaras e suportes com impressoras 3D.

25/03/2020 02:49

O diretor-geral do Instituto Federal do Rio Grande Do Sul (IFRS) – Campus Bento Gonçalves, Rodrigo Otávio Câmara Monteiro, anunciou, na terça-feira, 24, a doação de 50 mil litros de vinho para a confecção de álcool 70% e álcool gel. Conforme Monteiro, a expectativa é que rendam entre cinco a sete mil litros de álcool, que serão destinados à rede municipal de saúde e ao Hospital Tacchini.  

Essa é a terceira ação promovida pelo Comitê Local de Acompanhamento e Prevenção ao Covid-19 do IFRS. O instituto também está elaborando máscaras e suportes através do grupo de trabalho do Centro Tecnológico de Acessibilidade (CTA), por meio de impressoras 3D. O diretor-geral também colocou a estrutura do ginásio à disposição da Prefeitura para a instalação de leitos improvisados, caso haja a necessidade. 

Em sua terceira linha de ação, o vinho que está armazenado na vinícola-escola desde 2007, e que não se encontra apto para o consumo, será utilizado na confecção de álcool gel e álcool 70%. Segundo monteiro, os processos jurídicos já foram encaminhados e questões técnicas também estão embasadas por meio do suporte dos profissionais que trabalham na vinícola-escola. A Casa Valduga e a Cooperativa Vinícola Aurora se prontificaram para realizar o processo de transformação do vinho em álcool. 

De acordo com Monteiro, uma grande parte da demanda do município deverá ser atendida com o trabalho desempenhado pelo IFRS em prol ao combate contra novo coronavírus. “Estamos viabilizando, através da Casa Valduga e a Aurora, que se prontificaram a destilar esse material, esse vinho para produzir tanto álcool 70% como álcool gel. A demanda do município de luvas, máscaras e álcool vamos atender, pelo menos, duas delas, com um volume muito significativo. Deste vinho pode render entre 5 a 7 mil litros de álcool, que vamos destinar tanto para a rede municipal como para o Hospital Tacchini e, quem sabe, até para o município de Garibaldi”, afirmou Monteiro em comunicado oficial. 

Fotos: IFRS/Divulgação - Fonte: NB Notícias