×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoCucina NBModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetFotosViagensTecnologiaVídeos

“Chega de notícias ruins”, diz Gilmar Pessutto ao assumir presidência da Câmara

Vereador toma posse após a renúncia de Valdecir Rubbo, que é investigado na fraude do concurso

29/06/2016 10:04

Em sua primeira entrevista como presidente da Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves, Gilmar Pessutto (PSDB) afirmou que pretende usar os próximos seis meses da legislatura para tentar melhorar a arranhada imagem da Casa. “A situação não está boa, não é favorável. Temos que criar fatos positivos e não errar mais. Chega de notícias ruins. Nós queremos passar uma imagem de tranquilidade, porque nossa função principal é votar os projetos. É isso que a sociedade quer, que o vereador faça seu trabalho e que o município ande”, diz Pessutto.

Questionado sobre a como a Casa reage às acusações contra o ex-presidente Valdecir Rubbo, acusado pelo Ministério Público Estadual de ser um articulador do esquema que fraudou o concurso do próprio Legislativo, o parlamentar ponderou que “ainda é cedo”, inclusive para uma intervenção da Comissão de Ética. “Vou aguardar a decisão do Judiciário”,acrescenta.

O novo presidente falou também que não recebeu nenhum tipo de orientação de Rubbo quanto à condução das atividades. “Tenho conversado pouco com ele. A questão do presidente agora é outra. A gente em um bom relacionamento como colegas e pretende continuar”. Ele garante estar conversando com todos os vereadores para que valorizem, nos debates legislativos,discussões produtivas e “deixem de lado questões pessoais”.

Pessutto ressaltou que ainda deve se ambientar com a nova função nos próximos dias, e que não pretende promover “grandes mudanças” e nem “se aproveitar do momento”. “As mudanças serão analisadas caso a caso. Mas temos que pensar no bom andamento dos trabalhos, sempre com cautela. Assim, vamos colocar em prática nossa visão de trabalho. Não vou tomar decisões precipitadas”, completa o vereador.

Sucessão na prefeitura
Sem o vice-prefeito Mario Gabardo, que renunciou ao cargo na semana passada, Pessutto teria que substituir o prefeito Guilherme Pasin em um eventual caso de licença ou férias, por exemplo. Ele garantiu que aceitará a transmissão do cargo, mesmo que isso o torne inelegível nas eleições de outubro. “As pessoas que estão aí não podem fugir da raia. Se for chamado,assumirei, sem problema nenhum”, destaca.

Gilmar Pessutto preside a primeira sessão na noite desta segunda-feira, a partir das 18. Na ocasião, Rubbo volta a atuar apenas como vereador, e não mais membro da Mesa Diretora.

Fotos: Jorge Bronzato Jr. - Fonte: Jorge Bronzato Jr.