×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaVídeosEmpresas e EntidadesBairrosCultura

Corte de CCs na prefeitura começa de forma tímida

Notícias de Bento fez um levantamento dos cargos existentes no antigo e no novo mandato do prefeito, que cortou apenas 16 funções até o momento, a maioria de salários menores.

17/01/2017 08:32

O novo mandato do prefeito Guilherme Pasin começou com um corte de 16 cargos em comissão (CCs). O dado é baseado nos números do Portal da Transparência da prefeitura, que aponta na manhã desta segunda-feira,  9 de janeiro, 104 CCs lotados no Executivo Municipal, contra os 120 apontados no mês de dezembro. Porém, deste total, apenas um cargo de primeiro escalão (cargo de secretário) foi enxugado até o momento. 

O Notícias de Bento fez uma análise no Portal da Transparência da prefeitura para mostrar aos seus leitores onde estão lotados os cargos em comissão e quantos foram reduzidos pelo prefeito Guilherme Pasin do mandato anterior para este ano. Em seus primeiros quatro anos de governo, foi mantida uma média de 150 pessoas atuando em cargos de confiança. Nos meses de novembro e dezembro chegaram a 120 e, neste momento, chegam a 104 ccs atuando no poder público municipal.

Até o momento foi realizada apenas a fusão das secretarias de Governo e Administração, reduzindo a cota de um secretário. Porém, já foi anunciada pelo prefeito uma nova pasta, a Secretaria de Segurança Pública.  Ela já irá compor a vaga enxugada neste mês a partir do mês de março, o que garantirá uma economia de apenas R$ 18,5 mil com o cargo que deixa de existir. Ainda não foram informados quantos CCs irão atuar para compor a pasta da Segurança ao lado do major José Paulo Marinho, que será o novo secretário.

O NB apurou que estavam previstas as fusões das pastas de Desenvolvimento Econômico com Agricultura, Mobilidade Urbana com o Ipurb e do Turismo com a Cultura, que parece já ter sido descartada pelo prefeito, devido à pressão da classe artística. Porém, segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, o prefeito Guilherme Pasin ainda está analisando quais serão as próximas mudanças a serem feitas.

Um fator pode ser determinante para que o enxugamento pensado pelo prefeito não aconteça. É a conta eleitoral com os nove partidos aliados. Ela está sendo cobrada e estes cargos terão que ser utilizados para acomodar as siglas que garantiram a reeleição de Guilherme Pasin. Este seria o principal fator que impede o chefe do Executivo Municipal de anunciar as demais mudanças.  Isso explicaria a decisão de Pasin em manter seus 11 secretários-adjuntos com salários de R$ 5.274,48. O anúncio das demais fusões, caso elas ainda aconteçam, só deve ser feito após uma conversa com as lideranças dos partidos aliados. Se estas alterações acontecerem, restarão ainda 9 secretários-adjuntos atuando na administração municipal.

Por enquanto, apenas cargos menores foram retirados

O enxugo no número de cargos de confiança do prefeito Guilherme Pasin ainda é tímido, mas está acontecendo, principalmente nos cargos menores. Uma das medidas tomadas por Pasin foi exonerar os ocupantes dos cargos de chefe de gabinete de Imprensa e assessor de imprensa. A partir deste mandato, três profissionais atuam nesta área, com cargos de assessor de gabinete do prefeito. Porém, a antiga assessora de imprensa passou a ocupar o cargo de assessor de comunicação interna, que teve sua nomeação no Diário Oficial do Município nesta segunda-feira, 9. Além deles, o chefe do Executivo terá um diretor e um chefe de gabinete.

Também foram feitos cortes nas secretarias de Meio Ambiente, Habitação e Assistência Social, Obras Públicas e Mobilidade Urbana. Nestas pastas, foram exonerados CCs dos cargos de coordenador e supervisor, além do subprefeito de Faria Lemos, demitido por questões políticas, e que não foi informado se será corte realmente ou terá uma substituição.

Vamos acompanhar as próximas publicações do Diário Oficial do Município para conferir como será o ritmo de exonerações e contratações de cargos em comissão na atual administração.

Confira o que mudou nas secretarias do prefeito Guilherme Pasin

Em janeiro

Secretaria/órgão                        Valor bruto (R$)  

GABINETE DO PREFEITO

Gastos com cargos em comissão                120.216,08

ASSESSOR DE COMUNICAÇÃO INTERNA DO GABINETE3.946,74

ASSESSOR DE GABINETE DO PREFEITO (3 pessoas)        11.840,22

ASSESSOR DE POLÍTICAS PÚBLICAS DO CONSUMIDOR4.139,26

CHEFE DE GABINETE DO PREFEITO                4.139,26

COORDENADOR MUNICIPAL DA DEFESA CIVIL        3.638,71

DIRETOR GERAL DO GABINETE DO PREFEITO        7.884,31

ASSESSOR JURÍDICO DA PROC. GERAL DO MUNICÍPIO (4 pessoas)15.786,96

CHEFE DE GABINETE DO PROCURADOR GERAL2.406,55

PROCURADOR GERAL                10.066,13

SUBPROCURADOR                        5.274,48

ASSESSOR DE DESENVOLVIMENTO URBANÍSTICO (6 pessoas)23.680,44

COORDENADOR DE DIVISÃO                2.406,55

DIRETOR ADJUNTO DO IPURB                5.274,48

DIRETOR DO IPURB                        10.066,13

DIRETOR DA CTEC                        9.665,86

O que mudou – Foram retirados os cargos de Chefe de Gabinete de Imprensa (salário de R$ 6.509,14) e Assessor de Imprensa (salário de R$ 2.406,55), reduzindo os gastos mensais em R$ 8.915,69. 

SECRETARIA GERAL DE GOVERNO

Gastos com cargos em comissão                         11.322,24

CHEFE DE GABINETE                        2.406,55

COORDENADOR DE DIVISÃO                        2.406,55

COORDENADOR GERAL DE PROJETOS E CAPTAÇÃO DE RECURSOS6.509,14

O que mudou - Foi retirado o cargo de secretário, gerando uma economia de R$ 9.288,61.

SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO

Gastos com cargos em comissão: 19.376,19

COORDENADOR DE DIVISÃO4.813,10

SECRETÁRIO ADJUNTO5.274,48

SECRETÁRIO        9.288,61

O que mudou – Apenas foi feita a fusão com a Secretaria de Governo e nenhum cargo foi extinto até o momento.

SECRETARIA MUNICIPAL DE FINANÇAS

Gastos com cargos em comissão                31.023,85

CHEFE DE GABINETE                2.406,55

COORDENADOR DE COMPRAS, LICITAÇÕES E PATRIMÔNIO9.241,11

COORDENADOR DE DIVISÃO                4.813,10

SECRETÁRIO ADJUNTO                5.274,48

SECRETÁRIO                        9.288,61

O que mudou – Todos os cargos em comissão foram mantidos e nenhuma alteração foi feita.

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

Gastos com cargos em comissão26.960,32

CHEFE DE GABINETE2.406,55

COORDENADOR DE DEPARTAMENTO(2 pessoas)7.277,42

COORDENADOR DE DIVISÃO2.406,55

SECRETÁRIO        9.288,61

SECRETÁRIO ADJUNTO5.581,19

O que mudou – Todos os cargos em comissão foram mantidos e nenhuma alteração foi feita.

SECRETARIA MUNICIPAL DA JUVENTUDE, ESPORTE E LAZER

Gastos com cargos em comissão18.317,32

CHEFE DE EQUIPE        1.347,68

COORDENADOR DE DIVISÃO2.406,55

SECRETÁRIO ADJUNTO5.274,48

SECRETÁRIO        9.288,61

O que mudou – Todos os cargos em comissão foram mantidos e nenhuma alteração foi feita.

SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

Gastos com cargos em comissão19.376,19

CHEFE DE GABINETE2.406,55

COORDENADOR DE DIVISÃO2.406,55

SECRETÁRIO ADJUNTO5.274,48

SECRETÁRIO        9.288,61

O que mudou – Todos os cargos em comissão foram mantidos e nenhuma alteração foi feita.

SECRETARIA MUNICIPAL DE TURISMO

Gastos com cargos em comissão15.449,39

SECRETÁRIO9.288,61

CHEFE DE EQUIPE1.347,68

CHEFE DE GABINETE2.406,55

COORDENADOR DE DIVISÃO2.406,55

O que mudou – Todos os cargos em comissão foram mantidos e nenhuma alteração foi feita.

SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO DA AGRICULTURA

Gastos com cargos em comissão26.653,61

SECRETÁRIO        9.288,61

CHEFE DE GABINETE2.406,55

COORDENADOR DE DEPARTAMENTO  (2 pessoas)7.277,42

COORDENADOR DE DIVISÃO2.406,55

SECRETÁRIO ADJUNTO5.274,48

O que mudou – Todos os cargos em comissão foram mantidos e nenhuma alteração foi feita.

SECRETARIA MUNINICIPAL DE SAUDE

Gastos com cargos em comissão25.421,45

COORDENADOR DE DEPARTAMENTO3.638,71

COORDENADOR DE DIVISÃO (2 pessoas)7.219,65

SECRETÁRIO ADJUNTO5.274,48

SECRETÁRIO        9.288,61

O que mudou – Todos os cargos em comissão foram mantidos e nenhuma alteração foi feita.

SECRETARIA MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE

Gastos com cargos em comissão20.608,35

SECRETÁRIO        9.288,61

COORDENADOR DE DEPARTAMENTO3.638,71

COORDENADOR DE DIVISÃO2.406,55

SECRETÁRIO ADJUNTO5.274,48

O que mudou – Foi retirado o cargo de chefe de gabinete (salário de R$  2.406,55) e um coordenador de divisão (R$ 2.406,55), gerando uma economia de R$ 4.813,10.

SECRETARIA MUNICIPAL DE HABITAÇÃO E ASSISTÊNCIA SOCIAL

Gastos com cargos em comissão33.199,42

SECRETÁRIO9.288,61

COORDENADOR DE DEPARTAMENTO3.638,71

COORDENADOR DE DIVISÃO (2 pessoas)4.813,10

COORDENADOR PARA ASSUNTOS DA MULHER4.139,26

SECRETÁRIO ADJUNTO5.274,48

COORDENADOR DE DEPARTAMENTO3.638,71

COORDENADOR DE DIVISÃO2.406,55

O que mudou – Foi retirado o cargo de supervisor de projetos habitacionais, que tinha salário de R$ 3.946,74.

SECRETARIA MUNUNICIPAL DE VIAÇÃO E OBRAS PÚBLICAS

Gastos com cargos em comissão        54.965,51

COORDENADOR DE DEPARTAMENTO3.638,71

COORDENADOR DE DIVISÃO(3 pessoas)7.219,65

COORDENADOR DE FROTA E LOGÍSTICA  (2 pessoas)8.278,52

COORDENADOR DE OBRAS PÚBLICAS URBANA  (2 pessoas)3.465,42

SECRETÁRIO ADJUNTO        5.274,48

SUPERVISOR GERAL DE OBRAS E EDIFICAÇÕES        4.139,26

SUBPREFEITO(3 pessoas)        13.660,86

SECRETÁRIO                9.288,61

O que mudou – Foi retirado um cargo de subprefeito na localidade de Faria Lemos, com salário de R$ 4.553,62. Até o fechamento desta reportagem, um novo subprefeito ainda não tinha sido nomeado, por isso está incluso como corte de cargos.

SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO INTEGRADA E MOBILIDADE URBANA

Gastos com cargos em comissão        27.462,19

SECRETÁRIO        9.288,61

CHEFE DE GABINETE2.406,55

COORDENADOR DA SMURB1.732,71

COORDENADOR DE DIVISÃO  (2 pessoas)4.813,10

SECRETÁRIO ADJUNTO5.274,48

SUPERVISOR DE SERVIÇOS PÚBLICOS3.946,74

O que mudou – Foi retirado o cargo de coordenador de departamento, com salário de R$ 3.638,71.

SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA

Gastos com cargos em comissão11.695,16

COORDENADOR DE DIVISÃO2.406,55

SECRETÁRIO9.288,61

O que mudou – Todos os cargos em comissão foram mantidos e nenhuma alteração foi feita.

Fotos: MARCELO DARGELIO - Fonte: Divulgação