×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaVídeosEmpresas e EntidadesBairrosCultura

COVID-19: Mortes em Bento Gonçalves ligados à doença não param

Nesta terça-feira, 28, mais dois óbitos foram registrados e Capital do Vinho já soma 66 mortes ligadas ao coronavírus.

28/07/2020 05:06

Bento Gonçalves vem registrando mortes diárias ligadas ao coronavírus. Nesta terça-feira, 28, mais dois óbitos foram registrados, envolvendo pessoas mais idosas. A Capital do Vinho chegou a 66 mortes desde o início da pandemia. Na segunda-feira, 27, duas mortes já tinham sido confirmadas.

De acordo com os números do boletim do Comitê de Atenção ao Coronavírus, as mortes ocorreram na segunda e terça-feira, 27 e 28. A primeira vítima é uma mulher, na faixa etária dos 80 anos. Ela estava na Unidade de Internação do Hospital Tacchini, desde o dia 25 de julho e tinha comorbidades e faleceu na segunda-feira, 27. O segundo registro é de outra idosa, também na faixa etária dos 80 anos, estava internada na Unidade de Internação do Hospital Tacchini, desde o dia 19 de julho. Ela tinha comorbidades e faleceu no dia 28 de julho.

Já se inscreveu no canal do NB no Youtube? Clique aqui e inscreva-se. Leva só 10 segundos

Nas últimas 24 horas foram confirmados 49 novos casos positivos da doença. Conforme o documento, 2.125 pessoas já foram infectadas pela Covid-19 na cidade. Destes casos, 215 estão em isolamento domiciliar e são considerados bem de saúde. Mais 27 pacientes estão em internação hospitalar. Subiu para 28 o número de pessoas internadas na UTI do hospital.

Entre os casos suspeitos, há 641 pessoas em isolamento domiciliar, que são consideradas bem de saúde. Ainda há 9 pessoas internadas no hospital ou na UPA 24 Horas, além de um paciente internado na UTI.

Os casos curados chegaram a 1.789 com a inserção de mais 17 pacientes que forma considerados clinicamente recuperados nas últimas 24 horas. O índice de recuperados caiu de 85% para 84,18%.

Fotos: Divulgação - Fonte: NB Notícias