×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaVídeosEmpresas e EntidadesBairrosCulturaVariedadesEleiçõesBrasil

EMPREGOS: Semestre encerra com estabilidade em Bento Gonçalves

Indústria voltou a ter saldo positivo de vagas. Demais setores ainda estão com números negativos.

02/08/2020 01:58

Em tempos de notícias ruins ligadas à pandemia do coronavírus, a geração de empregos parece dar sinais de retomada em Bento Gonçalves. No mês de junho, o setor da Indústria voltou a ter saldo positivo nas vagas de trabalho disponibilizadas na cidade. Os demais setores ainda não conseguiram superar a barreira e ter mais admissões do que demissões.

De acordo com os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) apresentados pelo Observatório do Trabalho da Universidade de Caxias do Sul, no mês de junho a Indústria registrou saldo positivo, abrindo 44 postos de trabalho. No entanto, as outras atividades seguem tendo mais desligamentos que admissões. Em junho, os Serviços foram o setor que registrou a maior performance negativa, com saldo de 31 empregos com carteira assinada encerrados, seguido pelo Comércio, com redução de 18 vagas. O setor da Construção Civil encerrou 13 vagas de trabalho no mês.

Os números totais apresentam 939 admissões e 957 desligamentos, resultando em 18 empregos encerrados, assim, representando um decréscimo de 0,05% do estoque de empregos formais, o que mostra que a cidade está retomando a estabilidade. Dessa forma, a cidade contou com um estoque de 38,5 mil empregos formais. O resultado negativo do mês de junho marcou o quarto mês seguido de mais desligamentos que admissões, porém com redução do saldo negativo a partir de maio.

No acumulado do ano houve o fechamento de 1,2 mil empregos, contra 563 postos formais criados no mesmo período do ano anterior. Nos últimos 12 meses, o município registrou 1,2 mil empregos encerrados. Em suma, 2020 está sendo caracterizado com contração dos empregos, principalmente devido à pandemia do novo coronavírus.


Fotos: Divulgação - Fonte: NB Notícias