×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetFotosViagensTecnologiaVídeosEmpresas e EntidadesBairrosCultura

Estudante bento-gonçalvense está na final da Olimpíada Nacional de Língua Portuguesa

Vitor Araújo Lengovski ficou com a medalha de prata na categoria Memórias Literárias e estará em Brasília no mês de dezembro.

22/11/2016 12:40

O estudante bento-gonçalvense Vitor Araújo Lengovski está classificado para a fase final da Olimpíada Nacional de Língua Portuguesa. Estuante do oitavo ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Santa Helena, ele participou da etapa regional-nacional (semifinal) da Olimpíada de Língua Portuguesa, que ocorreu em Fortaleza, entre os dias 16 e 18 deste mês, acompanhado de sua professora de português, Claudete Maria Richeti Rigo. A final do concurso acontece em Brasília, nos dias 12 e 13 de dezembro, onde ele irá disputar a medalha de ouro.

O estudante e a docente conquistaram a medalha de prata, na Categoria Memórias Literárias, em que eram os únicos representantes do Rio Grande do Sul, e se classificaram para a final. Ao todo, eram 125 alunos e professores disputando 38 medalhas de prata, e a vaga para a final da Olimpíada, na Categoria Memórias Literárias. De acordo com a professora Claudete Rigo, na ocasião, ela e o aluno participaram de palestras e oficinas que tratavam sobre a melhoria textual, que proporcionou a todos os candidatos, o aprimoramento de seus textos que foram selecionados para disputarem a etapa final. "Foi muito interessante, porque nós tivemos contato com alunos e professores de todo o Brasil, trocamos experiências e pudemos perceber as variações lingüísticas, os sotaques, a própria diversidade cultural do país. Sem dúvida, foi um momento de grande aprendizado pra nós", relata Claudete.

A Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro é um concurso de produção de textos para alunos de escolas públicas de todo o país, do 5º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio. Iniciativa do Ministério da Educação e da Fundação Itaú Social, com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), em 2016 promove sua 5ª edição.

Como será a premiação

500 alunos semifinalistas e seus professores:: medalha, livros e participação em oficinas culturais e de formação.

152 alunos finalistas e seus professores: medalha e 1 tablet.

Escolas dos 152 finalistas: placa de homenagem.

28 professores semifinalistas, vencedores na categoria Relato de Prática: 1 notebook.

20 alunos vencedores e seus professores: medalha, 1 notebook e 1 impressora.

Escolas dos 20 vencedores: 10 computadores, 1 impressora, 1 projetor, 1 telão para projeção e livros.

Fotos: Divulgação - Fonte: Divulgação