×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaVídeosEmpresas e EntidadesBairrosCulturaVariedadesEleiçõesBrasil

FISCALIZAÇÃO: GCM acaba com aglomerações em Bento Gonçalves

Trabalho realizado pelos guardas municipais resultou em prisões nos bairros da cidade e dispersão de dezenas de pessoas ao longo do domingo, 10.

10/08/2020 10:52

A Guarda Civil Municipal (GCM) teve trabalho durante todo o domingo para acabar com aglomerações em vários pontos da cidade. Muitas pessoas sem máscaras e até desacatando a fiscalização foram alguns dos fatos que marcaram o dia dos guardas. Também houve três prisões em ocorrências diversas.

O descaso com os cuidados para evitar a disseminação da Covid-19 no município vem aumentando consideravelmente. Muitas pessoas estão indo para parques e praças e evitando o uso de máscara, além de promover a aglomeração de pessoas. Em alguns casos, a Guarda Civil Municipal também encontrou dezenas de pessoas fazendo churrasco e ingerindo bebidas alcoólicas em bairros da Capital do Vinho.

Porém, os problemas maiores começaram no final do dia. Por volta das 17h15min, uma dupla de motociclistas da GCM, deslocou até a rua Franklin Barbosa, na linha Pradel, proximidades do Lar do Ancião, a fim de verificar denúncia de aglomerações de pessoas e também infrações de trânsito cometidas com motocicletas. No local, abordaram uma motocicleta que transitava sem placa. Em vistoria no veículo foi constatado que o número do chassi estava raspado e o número constante no motor era de outro motor de motocicleta, com registro de circulação baixada. O veículo foi apreendido e apresentado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA).

Por volta das 18h, juntamente com os fiscais do município, uma dupla da GCM, deslocou de camionete até a Praça do Lago, no bairro Fátima, a fim de verificarem denúncias de aglomeração de pessoas e falta de uso de máscaras. No local foi constatado várias pessoas reunidas ingerindo bebidas alcoólicas. Foram abordados e revistados. Quando os guardas solicitaram a identificação dos que estavam sem usar máscara, um deles proferiu xingamentos aos guardas e fiscais e negou se identificar.Por tal motivo, o homem de 35 anos, foi preso por desacato e conduzido ao plantão da Polícia Cívil, onde foi devidamente identificado e efetuado registro da ocorrência,  sendo ele enquadrado  por desacato e também no ART 268 do Código Penal Brasileiro(infringir determinação do Poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa). Na mesma ocorrência os fiscais expediram dois autos de notificação por falta de uso de máscaras.

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO NB

Saindo do local, cerca de 15 minutos depois, a guarnição abordou uma motocicleta, e percebeu que o condutor estava apresentando sinais de embriaguez, como hálito etílico e andar cambaleante. O condutor foi submetido ao teste do etilômetro. O primeiro teste teve como resultado 0,70 mg/l, mais que o dobro da medição de 0,34 mg/l, que configura o crime de embriaguez ao volante. Já no reteste, a medição apresentada pelo condutor foi de 0,76 mg/l. Diante do fato recebeu voz de prisão e foi conduzido até a DPPA e autuado em flagrante pelo crime de embriaguez ao volante, previsto no artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro. Ele foi liberado após pagar fiança de R$ 1.000,00.

Ainda durante a noite, foram abordados dezenas de jovens que estavam na praça Achyles Mincarone, entre os bairros Planalto e São Bento, que estavam promovendo aglomeração.  Eles foram notificados e dispersados do local.

Fotos: Divulgação - Fonte: NB Notícias