×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoCucina NBModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetFotosViagensTecnologiaVídeos

Inclusão de autistas no atendimento prioritário será votado na Câmara

Projeto aprovado por vereadores em dezembro foi vetado pelo prefeito Guilherme Pasin. Parlamentares decidem se derrubam o veto ou não.

10/02/2019 01:12

A Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves analisa novamente nesta segunda-feira, 11,  o projeto de lei que obriga os estabelecimentos públicos e privados do município a incluir o símbolo mundial do autismo nas placas de atendimento prioritário. A iniciativa do vereador Moacir Camerini (PDT) tinha sido aprovada por unanimidade pelos parlamentares, mas foi vetado pelo prefeito Guilherme Pasin. Agora os vereadores decidem se acatam ou derrubam o veto do prefeito. A sessão ordinária do Legislativo acontece a partir das 15h.

Com a medida, pessoas com autismo também terão preferência nos guichês dos serviços públicos e privados, bem como nas vagas de estacionamento nas ruas da cidade. O símbolo é um laço, semelhante ao utilizado em outras campanhas, como o Outubro Rosa, e composto por peças de quebra cabeças coloridos. O projeto também prevê que sejam incluídas mensagens com os dizeres “Ato de cidadania – Respeite a vaga preferencial” nas placas indicativas de vagas em estacionamentos e garagens. 

 Conforme o vereador Moacir Camerini (PDT), autor do projeto, essa é uma demanda que partiu de famílias de pessoas com autismo e entidades do município que sentem necessidade de ter acesso a esse benefício.  Porém, mesmo tendo sido aprovado por unanimidade na primeira votação, a proposta tem fortes chances de ser rejeitada, já que a base aliada do governo deve acatar o veto do prefeito. Familiares de autistas prometem lotar a Câmara de Vereadores para garantir a aprovação do projeto e consequentemente a derrubada do veto.

Mais dois projetos em tramitação na sessão

Além deste projeto, mais duas propostas estarão na pauta de votação da Câmara. Um deles é o PLO 01/2019, que autoriza a prefeitura a realizar a permuta de uma área de 22m² junto à Travessa Tuiuty, no bairro Cidade Alta, por uma área de 200m² em um loteamento de interesse social no bairro São Roque.

Também será votado pelos vereadores o PLO 05/2019, que altera o artigo 7º da lei municipal 6.405, determinando a retirada de um integrante do Observatório Social do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico (Comdecon) e a inclusão de representantes do Sindilojas, UACB e Secretaria Municipal de Finanças.

Fotos: Divulgação - Fonte: Divulgação