×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaCulturaVídeosEmpresas e EntidadesBairros

Regulação local vai agilizar transferências da UPA para a UTI do Tacchini

Prefeitura não dependerá mais de liberação do Estado para utilização de leitos no hospital, o que deve reduzir a burocracia no encaminhamento de pacientes

21/02/2020 11:41

Depois de meses de negociações junto ao Governo do Estado, a secretaria de Saúde de Bento Gonçalves conseguiu, enfim, a liberação para administrar as vagas de UTI adulta disponíveis no Hospital Tacchini pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Embora pareça simples, a medida agilizará a ocupação dos leitos por pacientes que aguardam na Unidade de Pronto Atendimento 24h (UPA), reduzindo o tempo de espera pelos encaminhamentos.

A medida é um dos resultados da mobilização encabeçada por vários municípios gaúchos desde a metade do ano passado, cobrando do Poder Executivo do Rio Grande do Sul alternativas para dinamizar o serviço. Uma das principais queixas era o fato de a Secretaria Estadual de Saúde não trabalhar com um sistema on-line de vagas, o que retardava ainda mais o direcionamento para quem estava na fila de espera.

Mesmo que Bento já mantivesse esse controle em tempo real, acompanhando a situação dos 13 leitos do SUS existentes no Tacchini, a rede local sempre dependia da liberação por parte do Estado; havendo leito, o processo burocrático chegava a demorar duas horas – agora, poderá ser resolvido em poucos minutos. “O interessante disso tudo é que não precisaremos fazer nenhuma mudança estrutural ou em termos de equipe, porque o nosso pessoal já trabalha dessa forma, já estamos organizados. A grande diferença é que agora teremos o contato direto com o hospital e faremos isso mais rapidamente”, explica o secretário de Saúde, Diogo Segabinazzi Siqueira.

A partir desta sexta-feira, dia 21, e ao longo dos próximos dias, os médicos que trabalham na UPA 24h receberão as orientações sobre a alteração. Assim que todos os profissionais, de acordo com a escala, forem treinados, o novo procedimento entrará em vigor de forma plena.

Modernização do sistema estadual
O secretário salienta ainda que o Governo do Estado já trabalha na digitalização do serviço, o que também facilitará a eventual transferência de pacientes de Bento Gonçalves para outras cidades, e vice-versa, quando não houver disponibilidade local. O novo modelo já está sendo implantado em Porto Alegre e até junho deve ser feita a interligação o sistema municipal. O objetivo é evitar colapsos como o registrado em 2019, quando várias prefeituras – inclusive Bento – tiveram uma grande demanda por leitos de UTI e enfrentaram dificuldades para alocar os enfermos .

No caso das 13 vagas no Tacchini, a prioridade inicia pelos atendimentos que tiverem entrada pelo próprio hospital, e depois passa para quem está na UPA. A partir daí, as que estiverem livres podem receber pessoas de outros pontos do Rio Grande do Sul.

Fotos: Divulgação - Fonte: Jorge Bronzato Jr.