×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoCucina NBModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetFotosViagensTecnologiaVídeos

Bento-gonçalvense morre em confronto com a BM em Planalto

Emerson dos Santos Fonseca fazia parte de uma quadrilha de assaltantes e morreu oito dias após ter sido baleado pelos policiais.

14/06/2016 11:32

O bento-gonçalvense Emerson dos Santos Fonseca, de 27 anos, morreu na tarde deste domingo, 12, na cidade de Passo Fundo. Ele estava internado há oito dias no Hospital São Vicente de Paulo, após ser baleado em um confronto com policiais da Brigada Militar. Seu sepultamento ocorreu nesta segunda-feira, 13, em Bento Gonçalves.

Emerson Fonseca integrava uma quadrilha de assaltantes que atacou a casa de um vereador na Linha Taquaruçu, interior do município de Alpestre no dia 4 de junho. Ele e mais três bandidos fugiram em um Voyage roubado em direção ao município de Planalto. Quando chegavam na cidade, foram abordados por policiais da Brigada Militar e efetuaram disparos contra eles. Os policiais revidaram e feriram Emerson Fonseca e um outro assaltante.

Os outros dois assaltantes fugiram a pé por uma lavoura, mas foram capturados mais tarde. Com o bando foi encontrado um revólver e duas espingardas calibre 12. Emerson da Fonseca chegou a ser internado no Hospital Nossa Senhora da Medianeira, em Planalto, mas precisou ser removido para o Hospital São Vicente de Paulo, em Passo Fundo, devido à gravidade dos ferimentos. 

Em Passo Fundo, Fonseca ficou internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do hospital. Ele permaneceu em estado gravíssimo durante oito dias, vindo a falecer na tarde deste domingo, 12. Segundo a polícia, Emerson da Fonseca possuía vários antecedentes criminais por roubos e tentativa de homicídio. 

Fotos: MARCELO DARGELIO - Fonte: Josias Marques/In Foco RS/Divulgação