×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaEmpresas e EntidadesBairrosCulturaVídeos

Em 2019, a cada sete dias, uma pessoa foi assassinada em Bento

Cidade fechou 2019 com 52 mortes violentas. Alto consumo de drogas tem provocado guerra entre traficantes rivais e o acentuado número de mortes.

06/01/2020 08:16

Bento Gonçalves fechou 2019 com um título na área de segurança que não deve ser comemorado. A Capital do Vinho terminou o ano passado como a cidade mais violenta da Serra Gaúcha, superando Caxias do Sul, apesar da diferença de tamanho. O principal responsável por este índice são as 52 mortes violentas ocorridas ao longo do ano passado.

O maior problema a ser enfrentado pelos órgãos de segurança é o combate ao alto consumo de drogas em Bento Gonçalves. Nos últimos três anos a Capital do Vinho virou um atrativo importante para os traficantes de várias regiões, principalmente para integrantes do tráfico da Região Metropolitana. Segundo representantes da Polícia Civil e da Brigada Militar, isso acontece porque a compra de drogas, em destaque a cocaína, é feita em grande quantidade no município, principalmente  por parte de pessoas da classe média/alta. 

No ano passado, em reunião no CIC-BG, o prefeito Guilherme Pasin pontuou de forma dura a necessidade de um combate maior ao uso de drogas no município. Na época, o prefeito destacava que o alto consumo fazia com que as facções criminosas viessem com mais força para a cidade, fazendo com que  o número de homicídios aumentasse consideravelmente.

Por dois anos seguidos, Bento Gonçalves fecha o ano com 52 assassinatos. Os números são os maiores da história do município. A média é de que a cada semana, uma pessoa é assassinada no município. Em 2019, a Capital do Vinho registrou a primeira chacina de sua história, com 5 pessoas sendo executadas em um bar no bairro Municipal. Também foram registradas várias execuções, quatro delas no Vale Aurora, onde em três meses oito pessoas foram encontradas mortas a tiros.

Com estes indicadores, representantes dos órgãos de segurança acreditam que Bento Gonçalves deverá entrar para o programa do Governo do Estado de combate à criminalidade, destinado às cidades gaúchas mais violentas. Para o delegado Álvaro Becker, o número de homicídios ocorridos na cidade não é normal há dois anos e o governo precisa olhar para o município com outros olhos. "Se não houver um combate mais acentuado e assertivo ao tráfico de drogas, não conseguiremos diminuir estes índices", destacou o delegado. 

Resultado de imagem para segurança em Bento Gonçalves

Redução dos demais crimes

Com exceção dos homicídios, os órgãos de segurança da cidade têm feito um trabalho muito bom, conseguindo reduzir todos os demais crimes ocorridos na Capital do Vinho. Segundo dados da Secretaria de Segurança, de janeiro a dezembro deste ano, o Município registrou queda de 61,46% nos casos de roubo a estabelecimento comercial, 36,07% furto e roubo de veículos e 56,61% em arrombamentos, se comparado ao mesmo período de 2018. O planejamento de ações conjuntas entre as forças de segurança e informações do setor de inteligência auxiliam no planejamento das operações, sendo este considerado um dos fatores que contribuíram para queda dos índices. 

Todas as mortes ocorridas em Bento Gonçalves em 2019

1. Adilson Rafael Lopes Vieira, 34 anos
Data: 15 de janeiro – Maria Goretti

2. Cleberson Biliar, 24 anos
Data: 29 de janeiro – Jardim Glória

3. Edson Klaus Luchini, 31 anos
Data: 14 de fevereiro – Maria Goretti

4. Jéssica Luzia de Souza, 27 anos
Data: 17 de março – São João

5. Alessandro Real da Silva, 28 anos
Data: 23 de março - Municipal

6. Tailan Gobatto, 19 anos
Data: 24 de março - Municipal

7. Amaro Antunes dos Santos, 58 anos
Data: 25 de março – Cidade Alta

8. Paulo Cesar dos Santos, 50 anos
Data: 3 de abril – São Roque

9. Henrique Lovera da Silva, 20 anos
Data: 4 de abril - Planalto

10. Jeferson da Silva Viegas, 23 anos
Data: 4 de abril – Ouro Verde

11. Vasco João Soligo, 47 anos
Data: 16 de abril – Maria Goretti (baleado em 15 de janeiro)

12. Alex de Souza Reis, 22 anos
Data: 7 de maio – Santa Rita

13. Paulo Rangel dos Santos, 21 anos
Data: 11 de maio – Tuiuty

14. Jaderson Gonçalves Silveira, 27 anos
Data: 20 de maio – São Roque

15. Andressa Weber Erbice, 24 anos
16. Bebê prematura de sete meses
Data: 22 de maio – Santo Antão

17. Robert da Silva Ribeiro, 22 anos
18. Matheus da Silva Ribeiro, 23 anos
19. Lucas Joel Ferrão, 30 anos
20. Roger da Silva Cabral, 18 anos
21. Cristian Soares Teixeira, 28 anos
Data: 7 DE JUNHO – Bairro Municipal

22. Daniel Fernandes Benvenutti, 38 anos
Data: 4 de junho – Esfaqueado no Presídio

23. Pablo Alves de Moraes, 18 anos
Data: 22 de junho – Cidade Alta (morreu dia 24 de junho)

24. Cristian Chaves Maciel, 30 anos
Data: 26 de junho – Bairro Maria Goretti

25. Lucas Gomes Duarte, 24 anos
Data: 11 de julho – Bairro Pomarosa

26. Tania Maria Pires, 53 anos
Data: 12 de julho – Bairro Eucaliptos

27. Josene Peterle, 37 anos
Data: 15 de julho – Bairro Juventude

28. Juarez Klaus, 57 anos
Data: 20 de julho – Bairro Maria Goretti

29. Talvanio de Menezes Zago, 46 anos
Data: 20 de julho – Bairro Maria Goretti

30. Marcos de Souza, 34 anos
Data: 31 de julho – Vale Aurora
31. Maicon Canofre Mendonça
Data: 31 de julho – Vale Aurora

32. Juliana da Silva Duarte, 42 anos
Data: 1º de Agosto – Bairro Santa Marta

33 – Paulo César Lopes Dias, o Bicudo, 39 anos
Data: 3 de agosto – Bairro Santa Rita

34 – Jean Farezin Waskievicz, 24 anos
Data: 6 de agosto – Vale dos Vinhedos

35 – Vanessa Martins, 29 anos
Data: 11 de agosto - Bairro São Francisco
36 – Luís Paulo Batista Saraiva , 29 anos
Data: 12 de agosto – Linha Salgado

37 – Bruno Silva, 18 anos
Data: 16 de agosto – Vale Aurora
38 – Anderson de Oliveira, 21 anos
Data: 16 de agosto – Vale Aurora

39 – Fabio Cirino Nunes, 39 anos
Data: 26 de agosto - Santa Rita

40 – Bruno de Souza, 28 anos
Data: 30 de agosto – Bairro Tancredo Neves

41 – Pablo Roger Boeira, 27 anos (morto carbonizado)
Data: 4 de setembro – Localidade do KM 2

42 – Pedro Nunes Borges, de 62 anos
Data: 10 de setembro – Bairro Eucaliptos

43 – Felipe Rodrigues de Freitas, 29 anos
Data: 24 de setembro – Localidade KM 2

44 – Fabiano de Freitas Ramos, 44 anos
Data: 18 de outubro – Bairro São Roque

45 – Renato Panizzi, 61 anos
Data: 28 de outubro – Linha Veríssimo de Mattos

46 – Cibele Cericato, 26 anos
Data: 1º de novembro – Linha Tomasi, Tuiuty
47 – Fábio Rodrigues dos Santos, 35 anos
Data: 21 de novembro – Tancredo Neves

48 – Márcio Tarcílio Ferreira, 22 anos
Data: 23 de novembro – Cidade Alta

49 – Wesley Guaragni, 18 anos
Data: 30 de novembro – Vale Aurora
50 – Lucas de Campo, 22 anos
Data: 30 de novembro – Vale Aurora

51 – Fioravante Adair da Silva, 53 anos
Data: 8 de dezembro – Hospital Tacchini/Praça Vico

52 – Camilo Geremia, 54 anos
Data: 18 de dezembro – Bairro Aparecida


Fotos: Notícias de Bento - Fonte: Notícias de Bento