×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaVídeosEmpresas e EntidadesBairrosCulturaVariedadesEleiçõesBrasil

FLAGRANTE: Detento em prisão domiciliar é preso com notas falsas em Bento

Integrantes da GCM capturaram homem de 21 anos que estaria passando notas falsas em estabelecimentos do bairro Licorsul.

03/08/2020 10:23

Um detento em prisão domiciliar foi flagrado com notas falsas na tarde desta segunda-feira, 3 de agosto, em Bento Gonçalves. A prisão ocorreu após as notas terem sido entregues em uma farmácia no bairro Licorsul. Duas mulheres que estavam com eles foram detidas e liberadas após registro de ocorrência na delegacia de polícia.

De acordo com a Secretaria Municipal de Segurança Pública, a prisão ocorreu em uma farmácia no bairro Licorsul. A Guarda Civil Municipal foi acionada por uma comerciante, funcionária de uma farmácia, que informou ter sido vítima de uso de moeda falsa no estabelecimento. Chegando no local, os guardas foram informados que seriam três pessoas, duas mulheres e um homem que estavam circulando pelo bairro.

Diante das informações, com os dados passados pela comerciante,  a guarnição logrou êxito em encontrar os supostos autores do delito. Outro funcionário que presenciou a abordagem confirmou serem os acusados que estiveram na farmácia. Em consulta ao sistema de informações policiais verificou-se que havia em desfavor do homem abordado,  indicação de prisão domiciliar, e que não poderia estar circulando nas ruas.

Diante das  circunstâncias, ele com 21 anos, elas com 18 e 22 anos de idade, residentes em Bento Gonçalves, foram conduzidos à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) para registro da ocorrência,  onde a comunicante compareceu para  reconhecimento e registro do fato, uma vez que teriam tentando passar uma segunda nota, no mesmo estabelecimento.

Uma nota de R$ 100,00 foi localizada dentro do tênis de uma das mulheres conduzidas. As notas foram apreendidas e após o registro na DPPA, o indivíduo com prisão domiciliar foi conduzido ao presídio de Bento Gonçalves, onde ficou à disposição da justiça para os trâmites legais. Já as outras envolvidas foram liberadas após o depoimento.

Fotos: Divulgação - Fonte: NB Notícias