×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaBairrosCulturaVídeosEmpresas e Entidades

Imprensa de Bento não terá mais acesso às ocorrências policiais

Portaria publicada na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) limita o acesso dos meios de ocmunicação somente aos casos de homicídio e prisões em flagrante.

03/12/2019 11:32

Os meios de comunicação de Bento Gonçalves não terão mais acesso às ocorrências policiais registradas na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA). A decisão foi tomada através de portaria pelo delegado titular Arthur Reguse. Somente os casos de flagrante delito e homicídios devem ser liberados no plantão da delegacia.

A decisão vale a partir desta terça-feira, 3 de dezembro, mesmo que a portaria afixada na DPPA seja datada de 1º de janeiro de 2020. A medida faz com que casos de roubo, furto e estelionato não sejam mais publicados pela imprensa de Bento Gonçalves. Mesmo não havendo identificação das vítimas nestes crimes, uma determinação da Secretaria Estadual de Segurança Pública faz com que a imprensa não tenha acesso a estes dados.

A decisão afeta diretamente na rotina jornalística de rádios, jornais e portais de notícias de Bento Gonçalves, que diariamente levam a informação sobre os fatos policiais ocorridos na cidade. Além disso, faz com que a população não tenha mais a dimensão dos índices de criminalidade no município, pois casos considerados de menor potencial criminal não terão mais divulgação na mídia local.

Porém, o que é mais estranho, é que a medida adotada atinge exclusivamente Bento Gonçalves. Em municípios como Caxias do Sul, Lajeado e Santa Cruz do Sul a liberação de ocorrências para a imprensa segue realizada normalmente.


Fotos: Divulgação - Fonte: Notícias de Bento