×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaBairrosCulturaVídeosEmpresas e Entidades

"Morte de adolescente no São Francisco é um crime hediondo", diz delegado

Álvaro Becker classificou como bárbaro a forma como foi morto o jovem Luiz Henrique Covaleski, de 17 anos, na Rua Borges do Canto.

11/02/2020 05:18

Diferente dos outros três crimes ocorridos em Bento Gonçalves neste ano, onde as características são de envolvimento com o tráfico de drogas, o assassinato do adolescente Luiz Henrique Covaleski, de 17 anos, é tratado como um crime bárbaro, com características de hediondo. A Polícia Civil já tem as imagens dos autores do crime e pode prendê-los nos próximos dias.

De acordo com o delegado Álvaro Becker, titular da 2ª Delegacia de Polícia, os policiais conseguiram imagens que mostram o momento em que o adolescente é agredido por um grupo de jovens. Pelo que foi apurado até o momento, houve uma briga entre dois grupos de adolescentes. Kovaleski e seus amigos corriam pela via, quando ele foi atingido por um disparo de arma de fogo.  Mesmo caído e sem demonstrar reação, o adolescente foi violentamente agredido com socos e chutes pelo grupo de jovens rival.

Segundo o delegado, nos próximos 10 dias deve ser solicitado o pedido de prisão preventiva dos envolvidos neste crime. Becker ressalta que os acusados do crime podem se apresentar na delegacia para evitar um recolhimento imediato ao presídio. "Este foi um crime bárbaro, hediondo. Eles tentaram até atirar de novo na vítima, mas a arma falhou. Se eles se apresentarem, vão evitar que eu peça a prisão preventiva. Vamos aguardar os próximos dias para ver se eles se apresentam", resumiu o delegado.  

Fotos: NB Notícias - Fonte: NB Notícias