×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetFotosViagensTecnologiaEmpresas e EntidadesBairrosCulturaVídeos

Mulher é violentada e morta no bairro Juventude

Vítima, que ainda não foi identificada, foi encontrada seminua nos fundos de uma residência na esquina das ruas Candelária e Augusto Geisel.

15/07/2019 08:38

Um assassinato brutal foi registrado em Bento Gonçalves nesta segunda-feira, 15. O corpo de uma mulher foi encontrado com sinais de violência sexual nos fundos de uma residência no bairro Juventude. Não há suspeitos da autoria do crime.

De acordo com o registro policial, o corpo foi localizado por um funcionário da prefeitura por volta das 14h50min, nos fundos de uma casa na esquina das ruas Candelária e Augusto Geisel. Ele trabalhava ao lado da residência, auxiliando no corte de uma árvore, quando viu parte do corpo da mulher e acionou a Brigada Militar.

Quando os policiais chegaram ao local, encontraram a mulher sem vida e seminua. Foi chamada a Polícia Civil, com integrantes da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA). De acordo com o delegado Artur Reguze, titular da DPPA, a mulher teria sido arrastada para o local por um ou mais indivíduos quando caminhava pela via. No local do crime, foram encontradas uma calça jeans e uma calcinha, além de uma bolsa. A vítima estava de bruços e só com a parte de cima das roupas quando foi encontrada. A primeira suspeita é de que o assassinato tenha ocorrido na noite de domingo, 14, ou madrugada desta segunda-feira, 15.


Segundo informações do registro policial, a mulher apresentava arranhões nas costas, sinais de que tinha sido arrastada, com terra nas nádegas e nos pés. Também foram constatados diversos hematomas em sua perna direita. Não foram localizados os sapatos, documentos ou celular da vítima.

O delegado Artur Reguze solicitou que no exame de necropsia fossem colhidos materiais genéticos de seus órgãos genitais e também a possibilidade de se encontrar pele embaixo das unhas da mulher. Até o final desta reportagem a vítima ainda não tinha sido identificada. Também não foi feito nenhum registro de desaparecimento na Delegacia de Pronto Atendimento. O caso será investigado pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM).

Oficialmente, este é o 24º homicídio ocorrido em Bento Gonçalves, pois nem a Polícia Civil e nem a Brigada Militar computam outros 3 ocorridos na cidade, o que elevaria o número de mortes para 27 em 2019.

  

Fotos: Notícias de Bento - Fonte: Notícias de Bento