×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetFotosViagensTecnologiaEmpresas e EntidadesBairrosCulturaVídeos

Polícia Civil vai investigar tiro dado em cadela na UCS/Carvi

Animal foi atingido por um tiro na para esquerda por vigilante da universidade na tarde deste domingo, 20, próximo ao lago no espaço de lazer do campus.

21/10/2019 11:37

A Polícia Civil vai investigar o caso de uma cadela labrador que foi atingida por um disparo de arma de fogo na tarde deste domingo, 20, no Parque da UCS/Carvi em Bento Gonçalves. O disparo foi feito por um vigilante da universidade. O animal passa bem e deve passar por cirurgia.

O fato ocorreu por volta das 13h, no espaço de lazer do campus da UCS/Carvi. O publicitário Ricardo Aronson estava com sua esposa e a cadela Vick passeando pelo local. O animal foi até o lago e, logo após, correu em direção a um vigilante. A cadela foi cheirá-lo e o vigia efetuou um disparo contra ela, atingindo a pata esquerda.

Houve um tumulto no local e a Brigada Militar foi acionada. O vigilante teve a arma apreendida e foi encaminhado até a Delegacia de Polícia de Pronto (DPPA). Na delegacia, o vigia afirmou que foi atacado pelo animal e agiu em legítima defesa. A versão foi contrariada pelo dono do animal. Segundo ele, a cadela se aproximou apenas para cheirá-lo, sem intenção de ataque.

Vick foi atingida na pata esquerda e será submetida a uma cirurgia, mas passa bem. O caso será investigado pela 1° Delegacia de Polícia. Serão buscadas imagens de câmeras e depoimento dos envolvidos no caso.


O que diz a UCS 

A respeito do episódio ocorrido no Campus Universitário da Região dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, na manhã deste domingo (20), que envolveu o ferimento de um animal de estimação por disparo de arma de fogo, a Universidade de Caxias do Sul salienta que repudia com veemência qualquer tipo de maus-tratos praticados contra animais. Esclarece, ainda, que o ato foi praticado por vigilante da empresa Gocil, contratada para a manutenção da segurança das unidades universitárias, incluindo o referido campus.

A Instituição informa também que vai acompanhar as apurações do caso e tomar as providências que se apresentarem necessárias. 

O que diz a nota da empresa de segurança

A Gocil informa que no dia de hoje, 20 de outubro de 2019, houve um incidente na Universidade Caxias do Sul, na unidade de Bento Gonçalves, envolvendo um cachorro da raça Labrador e um vigilante.

Segundo informações, que estão sendo apuradas, hoje pela manhã uma pessoa estava brincando com cão, sem coleira, próximo a um lago, o vigilante Gocil estava em ronda quando, segundo ele, o cão veio em sua direção para atacá-lo e o mesmo se defendeu com um disparo, acertando a pata do cachorro. No momento, a operação da Gocil socorreu o cão, que passa bem.

A Gocil repudia qualquer tipo de maus-tratos contra animais, está prestando toda assistência ao proprietário e ao animal, além de estar à disposição para qualquer esclarecimento.

O vigilante foi afastado da operação e a segurança do local não foi afetada.

Fotos: Divulgação - Fonte: Notícias de Bento