×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaEmpresas e EntidadesBairrosCulturaVídeos

Policiais da BM prendem apenados acusados de atear fogo em casa no Conceição

Detentos de 30 e 21 anos deviam estar em prisão domiciliar, mas foram flagrados saindo correndo do local do incêndio e com um revólver calibre 38.

30/03/2020 08:42

Dois apenados que deveriam estar em prisão domiciliar são os principais suspeitos de provocarem um incêndio de grandes proporções que destruiu uma residência no início da madrugada desta segunda-feira, 30, em Bento Gonçalves. Ninguém ficou ferido e os bombeiros conseguiram evitar que outros imóveis fossem atingidos pelas chamas. Eles foram recolhidos ao presídio.

De acordo com a Brigada Militar, o incêndio começou logo depois da meia-noite, em uma casa na Rua Luiz Tomedi, no bairro Conceição. Dois criminosos teriam chegado ao local e efetuado disparo de arma de fogo na rua. Logo em seguida, entraram no imóvel e atearam fogo. Não havia ninguém na casa que, rapidamente, foi consumida pelas chamas. O Corpo de Bombeiros foi acionado e chegou rápido ao local do sinistro. Eles tiveram trabalho para conter as chamas e evitar que outros imóveis fossem atingidos.

Policiais da Brigada Militar faziam patrulhamento no bairro Tancredo Neves ouviram disparos de arma de fogo e deslocaram até o ponto onde acontecia o incêndio. Ao se aproximarem da casa, deram de cara com dois indivíduos correndo, um deles com uma arma na mão. A dupla foi perseguida e abordada. Ao consultarem no sistema de segurança pública, foi constatado que se tratava de dois apenados, de 30 e 21 anos, que deveriam estar em prisão domiciliar. Com eles foi encontrado um revólver calibre 38, com cinco cartuchos deflagrados. Um deles foi solto no dia 19 deste mês e o outro na quinta-feira, 26.

Os dois detentos foram levados para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) para o registro de ocorrência. Eles também foram reconhecidos por populares como sendo os autores do incêndio criminoso. Após prestarem depoimento, os dois foram levados para a Penitenciária Estadual de Bento Gonçalves.


Fotos: Divulgação - Fonte: NB Notícias