×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetFotosViagensTecnologiaVídeosEmpresas e EntidadesBairrosCultura

Presídio de Bento é um dos mais moderno do estado

Casa penitenciária foi inaugurada nesta quinta-feira, 3 de outubro, e conta com equipamentos que dão melhores condições para os presos e também para os agentes.

03/10/2019 06:58

Presos usando uniforme, material de higiene pessoal dado pelo estado, celas com trancas externas, scanner corporal para visitantes. Estes são alguns dos atributos que classificam o novo Presídio Estadual de Bento Gonçalves como um dos mais modernos do Rio Grande do Sul. A nova penitenciária foi inaugurada na manhã desta quinta-feira, 3 de outubro, pelo governador Eduardo Leite.

Os presos começam a ocupar a nova casa prisional, que fica na Linha Palmeiro a partir desta sexta-feira, 4 de outubro. Por questões de segurança, a Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe) não informou o horário das remoções. Integrantes do Grupo de Ações Especiais (GAES) da Susepe realizaram uma simulação de escolta na tarde desta quinta-feira.

Muito mais do que manter o apenado preso, o foco do novo presídio será a ressocialização de fato. Tanto que foram construídos dois espaços para que os presos possam fazer pães e também trabalhos de marcenaria. Uma parceria com o poder público municipal deve viabilizar também que a mão de obra prisional seja utilizada no setor vitivinícola. "Não é apenas uma casa de contenção. Inauguramos um centro de reciclagem de trajetórias de vida. Temos o compromisso de devolver à sociedade um ser humano recuperado e melhor. Essa recuperação passa pela oportunidade de trabalhar e de reconquistar a dignidade. Estamos buscando parceiras até com empresas do setor de vinícolas para produzir sucos de uva e em busca de demais atividades", destacou o secretário de Administração Penitenciária, César Faccioli.

A nova penitenciária conta com duas escolas, duas oficinas de trabalho, ambulatório, cozinha, área de isolamento, módulo para revista, refeitório, casa de bombas, sala psicossocial, lavanderia e área administrativa. Os detentos terão que usar uniformes (de cor laranja) e receberão todo o material de higiene pessoal, a fim de evitar que algum objeto ilegal venha de fora do presídio. Cada cela conta com oito camas, destinada uma para cada preso. A ideia é evitar que haja superlotação.

O presídio também foi pensado para melhorar a segurança dos agentes penitenciários. Um novo sistema permite que os agentes possam monitorar, de um pavimento superior, a rotina das galerias, evitando o contato direto com os apenados. Além disso, a abertura de celas também é feita pela parte superior, dando mais segurança para quem trabalha na casa de detenção.

O prefeito Guilherme Pasin comemorou a inauguração da casa prisional. O poder público de Bento praticamente designou a forma como o governo do Estado, ainda na administração de Tarso Genro, deveria fazer para que a obra fosse realizada, idealizando a questão da permuta de bens imóveis em troca da construção da penitenciária. O prefeito ainda ssumiu o compromisso de asfaltar o trecho de acesso ao novo presídio até o fim do ano. "A construção de uma casa prisional é sempre difícil porque se cobra investimentos em escolas, por exemplo. Fechar presídios e construir colégios seria sim o ideal, mas é um discurso que está longe da realidade que vivemos. Precisamos focar na recuperação dessas pessoas que transgridem as normas  e as leis, mas que sabemos que vão voltar a nossa convivência. A ideia é garantir que eles reflitam e voltem melhor à comunidade," resumiu o prefeito. 



Fotos: Notícias de Bento - Fonte: Notícias de Bento