×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaBairrosCulturaVídeosEmpresas e Entidades

Segurança Digital: dicas para você viajar tranquilo

Medidas simples, outras nem tanto, e há aquelas desafiadoras, mas se seguir todas essas regras, valerá a pena.

21/11/2019 04:06

Segurança digital é para quem viaja muito, ou pouco. Porque é preciso se cercar de cuidados para não ter os dados do seu computador ou smartphone hackeados. E não subestime o poder da segurança digital. Se as redes de hotéis Hilton, InterContinental e Mandarin Oriental foram hackedas; se companhias aéreas como a Delta, a British e a Air Canadá já foram invadidas, o que dizer de nós, simples viajantes?

O jornal norte-americano New York Times publicou uma reportagem com dicas de especialistas em ataques cibernéticos, mostrando medidas, algumas simples, outras nem tanto que as pessoas devem tomar para proteger seus dados, enquanto estão viajando.

Entre as sugestões dos especialistas está uma fácil e que faz todo o sentido: escolher um único cartão de crédito para fazer seus pagamentos quando você estiver em trânsito. Este cartão deverá ser usado única e exclusivamente durante as viagens. Desta maneira fica mais fácil para você controlar os gastos e ver se houve alguma cobrança indevida. Veja também se o seu banco oferece a comunicação imediata, via SMS, dos gastos feitos nos cartões e solicite o serviço. Lembre de avisar ao seu banco e à administradora do seu cartão de crédito que você vai viajar.

Melhor do que pagar com cartão de crédito

Segundo esses mesmos especialistas, melhor do que pagar com cartão de crédito é pagar com uma ferramenta digital, como o ApplePay da Apple, ou do Android Pay, dos telefones que usam o sistema androide. A explicação é essas ferramentas criptografam as informações de ponta a ponta e nenhum dado do seu cartão fica com a loja ou com a pessoa que te atendeu.

Bloqueio de tela do seu celular + Criptografia

O seu celular deve ter o bloqueio de tela feito via biometria ou senha numérica. E use ferramentas para criptografar os dados do seu smartphone e do seu laptop. Hoje já é padrão a criptografia do iPhone e há como programar os smartphones Android.

Altere suas senhas

Uma sugestão mais trabalhosa, mas muito importante, segundo os especialistas, é alterar suas senhas imediatamente antes e imediatamente depois da viagem. Assim, quando você estiver em trânsito usará uma senha diferente da que usa quando está em casa.

Carro alugado: conexão Bluetooth com o seu celular, nem pensar

Quando alugar um carro, use um cabo para ligar seu telefone ao sistema de entretenimento do veículo. Nunca conecte o seu telefone via Bluetooth, pois as informações do seu telefone continuarão armazenadas no sistema.

O maior desafio para ter segurança digital: deixar de usar Wi-Fi público

Agora difícil mesmo será deixar de usar o Wi-Fi público, dos aeroportos, das cafeterias e dos hotéis onde você vai se hospedar.

A solução é adquirir um plano de data mais robusto ou, se a viagem for para o exterior, comprar um chip local. Assim você usará seu acesso pessoal, via smartphone, para conectar o seu computador a uma rede segura – que será a sua própria rede pessoal.

Outra dica é baixar uma ferramenta de VPN – de Rede Privada Virtual, que cria “um túnel criptografado entre seu computador ou seu telefone e um servidor VPN.”

Você pode cachar que vai me dar um trabalho daqueles seguir todas essas regras, mas valerá a pena.

VPN




Fotos: Divulgação - Fonte: travel3