×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoCucina NBModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetFotosViagensTecnologiaVídeos

Ford Territory tem chegada confirmada ao Brasil em 2020

Novo modelo chegará importado da China, mas se tiver boa demanda deverá ser fabricado no Mercosul. Saiba mais detalhes da novidade.

08/08/2019 09:22

O Ford Territory vai entrar na briga com o Jeep Compass em 2020. O modelo mostrado no Salão do Automóvel, no São Paulo Expo, em novembro ultimo, será importado da China. A marca precisava de uma novidade de apelo que pudesse dar mais lucratividade e participação nas vendas. No Brasil, a fabricante americana vem perdendo bastante espaço no mercado. Em julho, ficou com apenas a sétima colocação.

No início, o Ford Territory virá importado na China, mas se houver demanda suficiente poderá ser feito na Argentina ou no Brasil, algo que os executivos da marca americana ainda não querem comentar apesar da reportagem de iG Carros ter perguntado a respeito. De qualquer forma, o carro desembarca em 2020 e será mostrado no Rock in Rio, entre 27 de setembro e 3 de outubro.

Ainda não falaram sobre as versões que serão vendidas no Brasil, mas sabe-se que o carro deverá contar com itens como  carregamento sem fio para celular, central multimídia e painel de instrumentos com telas de 10 polegadas, ele terá um sistema de comunicação em tempo real com modem embarcado conectado ao FordPass que permite ao motorista travar, destravar, dar partida, localizar e obter informações de telemetria do carro remotamente.

A lista de equipamentos do SUV médio também contará com câmera de visão 360 graus, piloto automático automático adaptativo, estacionamento automático, alerta de permanência em faixa e monitoramento de ponto cego. Mais detalhes do veículo, como motorização, versões e preço, serão divulgados mais próximo do lançamento.

A única informação que o presidente da Ford da América do Sul, Lyle Waters, adiantou é que o Ford Territory será o único produto da marca no Brasil com a plataforma sobre a qual é fabricado. Nem mesmo o motor que será adotado no País não quiserem comentar. Na China, o carrovem equipado com um, 1.5 turbo, que rende 163 cavalos, que podem funcionar com cIambio manual ou automático, ambos de seis marchas. 

Fotos: Divulgação - Fonte: carros.ig