×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaVídeosEmpresas e EntidadesBairrosCultura

Bento fecha 2019 com média de 141,2 mil visitantes por mês

Pela primeira vez, turistas ficaram, em média, mais de dois dias na Capital do Vinho. Em 12 meses, foram 1,69 milhão de visitantes recebidos.

04/02/2020 10:07

A cada ano que passa, Bento Gonçalves tem sido o destino de várias pessoas que buscam lindas paisagens, gastronomia excelente e ótimas hospedagens. Em 2019, a Capital do Vinho recebeu quase 1,7 milhão de visitantes. A média mensal, nos 12 meses do ano foi de 141.205 visitantes. Em relação a 2018, o aumento foi de 12,76%

Os números foram apresentados pelo secretário de Turismo, Rodrigo Ferri Parisotto, ao prefeito Guilherme Pasin. Ao longo dos anos, o número de pessoas que buscam Bento Gonçalves como destino tem crescido exponencialmente, sejam atraídas pelas paisagens naturais, gastronomia, vinícolas ou pela hospitalidade. De acordo com levantamento realizado pela Secretaria Municipal de Turismo com associações ligadas ao setor, somente em 2019, a cidade recebeu 1.694.462 visitantes. 

O dado é a compilação das visitas nos atrativos urbanos e nas cinco Rotas Turísticas. Na cidade passaram 981.664 visitantes, enquanto que nas localidades do interior foram registrados 712.798 visitantes. O Vale dos Vinhedos continua sendo a rota mais visitada, representando 26,13%, seguido por Caminhos de Pedra (6,93%), Vale do Rio das Antas (5,69%), e Encantos de Eulália e Cantinas Históricas (3,32%).

Outro dado que apresentou crescimento foi o de taxa de permanência, que passou de 2,02 diárias em 2018 para 2,91 diárias no ano passado. O período procurado é principalmente nos finais de semana, iniciando nas sextas com saídas aos domingos. “O fato de haver aumento no tempo de permanência no destino impacta diretamente o número de visitantes, o que é reflexo dos números do ano passado. Quanto mais motivarmos os turistas a passarem mais tempo em Bento Gonçalves, melhor será o resultado nas taxas de visitação”, explica Parisotto.

Perfil do visitante

De acordo com o relatório, em 2019, foram mais de 19 mil atendimentos nas Centrais de Atendimento do Turista (CAT’s).  Destes, 44,76% são turistas provenientes do Rio Grande do Sul (RS), 15,55% de São Paulo (SP) e 9,59% de Santa Catarina (SC). Na sequência, visitantes do Paraná (PR) representam 5,74%, Rio de Janeiro (RJ) 5,37%, Minas Gerais (MG) 4,24%, Distrito Federal (DF) 1,56% e demais estados 13,19%.

Resultado de imagem para familia de turistas em Bento"

Famílias e casal com filhos somaram o maior percentual de visitação, totalizando 47%, seguido por casal sem filhos 31%, entre amigos 19%, pessoas que viajaram sozinhas 1% e 2% que não quiseram informar. Quando questionados sobre o canal pelo qual buscaram informações sobre a cidade, 31% já conheciam, 23,80% pela indicação de amigos, 8,59% pelo Portal do Turismo, 7,80% pelo Instagram, 7,58% pelo Facebook, 2,85% pela televisão e demais meios de comunicação, 18,09%.

Portal do Turismo

Outro dado que apresentou crescimento foi o acesso ao portal online (www.bento.tur.br), relacionado à busca por informações sobre Bento. O número de usuários que acessaram o site chegou a 155.541 pessoas, correspondendo a um aumento de 51,90% quando comparado a 2018.

A plataforma conta com um guia da Programação Diária - onde o visitante pode consultar tudo o que está acontecendo na cidade -, notícias, informações sobre os roteiros e atrativos turísticos, além de opções de hospedagem, alimentação e lazer. Outro diferencial é que a plataforma está disponível em todos os idiomas do mundo e disponibiliza um sistema de cadastro de push, no qual todo usuário que aceitar o cadastro receberá notificações das atualizações de Bento Gonçalves.

Os países que mais acessaram foram Brasil, Estados Unidos e Japão. Os estados brasileiros que buscaram mais informações seguem a mesma ordem dos visitantes, em primeiro lugar RS, seguido por SP, SC, PR, RJ, MG e DF. A forma de acesso foi de 64,04% por meio de dispositivos móveis e 35,96% através de computadores.


Fotos: Divulgação - Fonte: Divulgação