×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoCucina NBModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetFotosViagensTecnologiaVídeos

Conheça as belezas da mineira Baependi

Cidade da beata Nhá Chica conta com mais de 50 cachoeiras, quedas d'água e corredeiras, sendo indicada para os apaixonados pelo ecoturismo.

18/11/2018 04:40

Num cenário emoldurado pela Serra da Mantiqueira, no Sul de Minas Gerais, está Baependi. A pequena cidade atrai turistas de todos os cantos do país para estabelecer conexões de paz e de elevação espiritual. Além das belezas naturais que estimulam o ecoturismo, Baependi, integrante do Circuito das Águas em Minas Gerais e da Estrada Real, fascina pela simplicidade e pelo seu âmago religioso. A cidade abriga mais de 50 cachoeiras, quedas d’água e corredeiras, inclusive a cachoeira do Cavalo Baio, uma das maiores do estado.

A religiosidade ocupa lugar de destaque, uma vez que Baependi foi o lugar onde Nhá Chica, conhecida como a serva de Deus, viveu e operou conselhos e milagres. Hoje, inúmeras romarias de diversas partes do país têm como destino o Santuário de Nhá Chica.

Francisca de Paula de Jesus, a Nhá Chica, nasceu em São João Del-Rei, no distrito de Santo Antônio do Rio das Mortes, e foi morar em Baependi ainda pequena com a mãe, uma ex-escrava, e o irmão Teotônio. Quando jovem, Nhá Chica era procurada para aconselhar os moradores da cidade, fazer orações e dar sugestões para comerciantes locais sobre seus negócios. A fama da religiosa se espalhou e as pessoas começaram a visitar Baependi para conhecê-la, conversar com ela e pedir orações. Nhá Chica morreu no dia 14 de junho de 1895, aos 87 anos.

A missa de consagração da sua beatificação foi rezada no Santuário Nossa Senhora da Conceição, onde estão os restos mortais de Nhá Chica, e contou com a presença de autoridades do Vaticano, chefes de Estados e ministros. O decreto de beatificação foi assinado pelo papa Bento XVI em junho de 2012. Em 2011, o Vaticano aprovou o registro de um milagre atribuído à beata.

O Santuário, onde foi realizado a cerimônia, foi construído com os esforços da beata em devoção à santa, e hoje é um dos principais atrativos turísticos da cidade. No interior da igreja, os visitantes vão encontrar o túmulo onde está sepultado os restos mortais, além de uma imagem de Nhá Chica em caixa de acrílico. Localizada na Rua João Rocha, a Igreja Matriz de Nossa Senhora de Montserrat foi erguida em meados do século 18, por volta de 1754. A igreja é uma mistura de diversos estilos arquitetônicos como o barroco, o Luiz XV, o rococó e o neoclássico, foi Tombada pelo Conselho Municipal do Patrimônio Cultural e Artístico em 1998. No seu interior tem um belíssimo trabalho de entalhe em madeira.


No Santuário Nossa Senhora da Conceição estão os restos mortais de Nhá Chica. O local também foi palco da celebração de sua beatificação em 2012.

A casa em que a beata morou com sua família desde que mudou para a cidade abriga a exposição de objetos pertencentes a ela, como panelas, cama, fogão a lenha e uma imagem da Imaculada Conceição. Na residência estão expostos alguns presentes ofertados por fiéis pelas graças alcançadas. Ao lado da casa, há o Memorial Nhá Chica, com um acervo com a história de vida e santidade da Bem-Aventurada. Tanto a casa quanto o memorial estão abertos à visitação diariamente, das 8h às 18h, com entrada franca. O lar de Nhá Chica está localizado na Rua da Conceição, 165.

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE. É RÁPIDO E FÁCIL!!

Cinquenta formas de água


O Parque Estadual Serra do Papagaio guarda belas cachoeiras e diversas trilhas para os apaixonados pelo ecoturismo 

Mais que aspectos religiosos, a natureza proporcionada pela localidade é um convite para deslumbrar com as mais de cinquenta cachoeiras que cercam a cidade e a oportunidade de vivenciar inúmeras opções para enfrentar trilhas e acampar em paradisíacos lugares. Possui clima e paisagens especiais, o que a torna um paraíso ecológico, também composto por grande área do Parque Estadual da Serra do Papagaio. Para exploradores, Baependi é um ótimo passeio para se fazer trilhas e travessias, com vistas de tirar o fôlego.

O destaque para as maravilhas naturais da cidade é o Canyon do Cavalo Baio, que está localizado na Serra do Canjica, dentro do Parque Estadual Serra do Papagaio. A cachoeira do Cavalo Baio é uma das maiores do estado, com 215 metros de queda. Sua nascente está a mais de 2.200 metros de altitude. É a maior via de rapel do Brasil, 1.050 metros de desnível. Para se chegar a esse local de difícil acesso, um guia é indispensável.

Uma das mais belas cachoeiras de Baependi, a de Itaúna está localizada a aproximadamente 20km do centro da cidade, sendo uma das mais visitadas da cidade. Com pequenas quedas d’agua e alguns poços que formam piscinas naturais, é ideal para um bom banho de cachoeira. Na encosta, há degraus de pedra onde é possível sentar e sentir a água nas costas.

Resultado de imagem para cachoeiras de baependi
A Cachoeira do Juju é uma ótima opção para quem gosta de aventuras e conta com uma queda d'água de 134 metros, porém tem difícil acesso. 

Para quem gosta de adrenalina, a Cachoeira do Juju é uma opção. Mas a atração é de difícil acesso e um pouco longe da cidade. Além disso, recomenda-se a contratação de guias e a utilização de veículos pesados. A cachoeira está localizada no Parque Estadual do Papagaio, nas encostas da Serra da Careta, a cerca de 34 quilômetros do centro de Baependi, porém tem uma paisagem espetacular com seus 130 metros de queda. Uma outra alternativa, localizada a 32 quilômetros da cidade, a Cachoeira do Caldeirão tem queda de 15 metros e um lago com 30 metros de profundidade. Por isso, é preciso cuidado para quem quiser desbravar essa opção.

Fotos: Marcelo Dargelio - Fonte: Divulgação