×SegurançaGeralViver BemCasa e DecoraçãoComer e BeberModa e EstiloVeículosQuem somosEsporteSeu PetRegiãoViagensTecnologiaVídeosEmpresas e EntidadesBairrosCulturaVariedadesEleiçõesBrasil

Tratamento odontológico pode melhorar dores na coluna e nos joelhos

A educação, cultura, base genética e situação emocional de uma pessoa definem e dão forma à arcada dentária. Assim como a arcada formada influencia o corpo.

21/09/2020 04:30

Já pensou em tratar dores de coluna e dos joelhos, entre outros problemas de saúde, através da boca? A Biorreprogramação Oral, uma técnica que utiliza os conhecimentos da Odontologia para cuidar de doenças de todo o corpo. No caso dos desvios de postura, o tratamento pode realinhar a coluna e melhorar até mesmo a forma de pisar do paciente.

Se você pegar uma sacola pesada com a mão direita, seu corpo tende a se inclinar para o lado esquerdo, certo? Ao colocar uma mochila pesada nas costas, o corpo vai para a frente, buscando um equilíbrio. Com a boca acontece a mesma coisa: dentes tortos fazem com que o posicionamento da cabeça mude, interferindo na postura.

O tratamento pode ser feito a partir dos 3 anos e tem melhores resultados em crianças com menos de 15, porque o crescimento natural do maxilar e da mandíbula potencializam e facilitam as intervenções do especialista. Para o tratamento de adultos, um pouco mais complexo.

Diagnóstico

Ao chegar ao consultório de um especialista paciente passará por uma avaliação bucal e postural: como ele anda, como fica em pé, como costuma sentar-se. A partir desses dados e das queixas do cliente, o cirurgião-dentista vai planejar um programa de tratamento individualizado.

Com exames complementares de imagem, como radiografias e, em alguns casos, o paciente é encaminhado  para o ortopedista, porque o problema é de coluna que vai além do posicionamento da cabeça e dos dentes. Em 95% das consultas, o paciente já chega com queixas específicas que ele tentou tratar de outras formas, sem sucesso.

A duração do tratamento é indolor e evita técnicas mais invasivas, como a extração de dentes varia de acordo com a idade e as necessidades do paciente. Alguns casos são resolvidos com seis meses de acompanhamento, outros precisam de quatro a cinco anos.

Outras vantagens são o combate e a prevenção aos problemas gástricos e de respiração (como asma, resfriados recorentes, etc). 

Busque sempre tirar suas dúvidas com seu profissional de confiança ! Cuidar da saúde bucal garante qualidade de vida.

Fotos: Divulgação - Fonte: Divulgação